Segredos dos restaurantes: o prato do dia é feito com as sobras?

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 13 de dezembro de 2020 às 23:31
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 11:31
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Muita gente torce o nariz quando tem prato do dia ou sugestão do chef, mas ele é mesmo feito com o que sobrou?

Você sabe o que acontece com as sobras de comida nos restaurantes, mas ainda tem muita gente que acredita que o prato do dia ou a conhecida sugestão do chef é feita com o que está perto de vencer.

É feito com o que está para vencer​​

Essa é uma afirmação polêmica. Corre entre os clientes que normalmente os pratos e sugestões do dia são feitos com sobras ou produtos próximos ao vencimento. 

Mas não é bem assim.

Os pratos do dia são feitos com produtos que chegaram mais recentemente, e portanto, são os mais frescos no dia e o chef quer que sejam servidos assim. 

Por isso é tão comum que pratos do dia sejam feitos com, por exemplo, peixes.

Como eles são concebidos​​

Normalmente o chef analisa o que há de mais fresco na casa e em quantidade pequena para que não possa ser um item fixo de cardápio, ou ainda os insumos que perdem qualidade muito rápido. 

Quando segue essa linha, o resultado costuma ser algo menos elaborado, do ponto de vista de criatividade, pois deve ser concebido de imediato.

Outra coisa que pode estar por trás das sugestões do chefs, são os testes de menu. 

Sim, é bem possível que o prato seja um teste de aceitação entre os clientes para ver se a receita é bem vendida.

Não, você não está sendo cobaia, o prato já foi aprovado por seu sabor, mas é necessário saber a receptividade dos comensais antes de incluí-lo no menu.

Opinião sincera, devo pedir?​​

Sim, deve. Lembrando que essa proposta em nada tem a ver com o menu executivo, que troca o prato diariamente, apenas com pratos do dia e sugestão do chef.

A verdade é que você só tem a ganhar nessa escolha. 

Ou terá a opção de consumir produtos extremamente frescos, ou está testando a inventividade do chef da casa em primeira mão e, mesmo que não seja um prato muito comercial, vai valer a pena você ter sido um dos poucos a testarem.

*Informações Metrópoles