Formula Chopp

Sebrae e Correios lançam selos para divulgar rendas brasileiras e valorizar artistas

  • F. A. Barbosa
  • Publicado em 14 de junho de 2021 às 13:00
  • Modificado em 14 de junho de 2021 às 15:57
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Objetivo da parceria e da homenagem é reconhecer o trabalho de milhares de artesãos e a arte por eles realizada

Objetivo é reconhecer o trabalho de milhares de artesãos e a arte por eles realizada

Com a finalidade de valorizar o artesanato brasileiro, o Sebrae e os Correios apresentam novos selos postais, no dia 07/07.

O público poderá conferir as novas estampilhas que entrarão em circulação nesta data, com imagens de rendas feitas em vários estados brasileiros.

Parceria

Agora, elas estão em processo de fabricação na Casa da Moeda do Brasil (CMB). A apresentação será feita em uma live, que será transmitida no canal do YouTube do Sebrae.

“A iniciativa legitima o apoio do Sebrae aos pequenos negócios, especialmente do ramo do artesanato, que é um meio de geração de renda das comunidades”, diz a analista de competitividade do Sebrae, Valéria Barros.

Segundo ela, “o Sebrae tem o objetivo de principalmente fomentar a cultura regional, com a possibilidade de gerar maiores negócios. É muito gratificante fazer tudo isso em parceria com os Correios”,

Diversidade

Considerada um artesanato que conta apenas com o manuseio de linha e agulha, a renda é praticada no Brasil desde o período da colonização portuguesa.

A influência de imigrantes europeus impactou diretamente nesse processo, colaborando para que surgissem inúmeras tipologias de pontos com características variadas em todas as regiões do país.

De acordo com a analista Valéria, o novo conjunto de selos poderá compor ainda os álbuns dos colecionadores.

“Entre as dezenas de rendas brasileiras, escolhemos quatro delas para a representação nos selos, que inclui a renda de bilro, filé, irlandesa e a renascença”, comenta.

“Certamente, por meio desta ação, conseguiremos dar destaque às criações dos artesãos e prestigiá-los. É uma forma de celebrar a importância de peso da mão de obra dos artesãos brasileiros. Tudo isso ficará na história”, acrescenta.

Valorização

Com o intuito de estimular o artesanato de forma integrada, o Sebrae valoriza a identidade cultural das comunidades, ao promover a melhoria da qualidade de vida, ampliando a geração de renda e postos de trabalho.

A instituição começou a apostar nesse segmento em 1997, em conexão com instituições públicas e privadas. O marco inicial desse modelo de atuação ocorreu em parceria com a Artesol, em 1998.

Na época, o programa Artesanato Solidário visava desenvolver e promover a cidadania e o desenvolvimento local, por meio de capacitação de pessoas e da mobilização das comunidades artesãs a partir dos saberes tradicionais.


+ Comportamento