Roquefort, gorgonzola… É seguro comer queijo azul? Ele tem prazo de validade?

  • Salvador Netto
  • Publicado em 4 de outubro de 2020 às 22:37
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

O queijo azul é um tipo de queijo conhecido pelo seu cheiro intenso e sabor distinto

Os queijos azuis, onde se encontram os famosos roquefort e gorgonzola, são feitos com o fungo penicillium, responsável pelas veias azuis que cortam a pasta branca.

Segundo a “healthline”, certos tipos de fungos produzem compostos chamados micotoxinas, considerados tóxicos para os humanos. Esses pedaços de mofo podem crescer em alimentos devido à deterioração e são normalmente brancos, verdes, pretos, azuis ou cinza.

No entanto, ao contrário desses tipos de fungos, as variedades de penicillium usadas para produzir queijo azul não produzem toxinas e são consideradas seguras para consumo.

Durante o processo de fabricação do queijo, o penicillium é adicionado após a coalhada ter sido drenada e enrolada. O queijo azul é então deixado para envelhecer por 2–3 meses antes de estar pronto para ser apreciado.

Como outros tipos de queijo, o queijo azul pode estragar-se se não for armazenado corretamente. Portanto, é importante armazenar o queijo na geladeira onde pode durar de 3 a 4 semanas.

O queijo azul deve ser descartado se verificar alterações na sua aparência ou cheiro.