Formula Chopp

Projeto sustentável para construções da CDHU tem Casa Modelo na Feicon

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 11 de abril de 2018 às 21:22
  • Modificado em 13 de janeiro de 2021 às 12:35
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Unidade habitacional oferece uma série de aperfeiçoamentos tecnológicos para tornar a casa segura e econômica

A Companhia de
Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) é um dos destaques da Feicon
Batimat 2018 – 24º Salão Internacional da Construção e Arquitetura, por meio de
um projeto de moradia mais eficaz e econômico. A unidade de alvenaria, que
atende famílias de baixa renda e é construída em até cinco dias, pode ser
visitada durante o evento.

A Casa Modelo foi executada em alvenaria armada com
blocos estruturais cerâmicos e segue as diretrizes de qualidade da empresa. As
principais características do projeto são:

– Azulejo até o teto nas áreas molhadas;
– Pé-direito de 2,60m;
– Estrutura metálica para o telhado;
– Laje de concreto;
– Piso cerâmico em todos os ambientes;
– Área de serviço coberta;
– Aquecedor solar;
– Esquadrias de alumínio;
– Aço galvanizado com pintura eletrostática.

Sustentabilidade

No total, a unidade conta com 47,87m² e atende
parâmetros da Caixa Econômica Federal. A obra traz uma série de melhorias para
tornar a moradia mais confortável, segura e durável, proporcionando maior
bem-estar a seus mutuários. O foco é a sustentabilidade e a preservação do meio
ambiente aliado a redução de custos. Portanto, as unidades habitacionais são
projetadas com tecnologias que economizam água e energia elétrica.

Confira os diferenciais dos cômodos:

– Corredores largos;
– Espaço para girar cadeiras de roda;
– Vãos de 90 cm;
– Portas com 80 cm de largura;
– Banheiros acessíveis;
– Janelas em altura que permitam visão externa;
– Lavanderia coberta.

A casa da CDHU possui acessibilidade completa, que
permite a circulação de moradores com deficiência ou mobilidade física
temporária ou permanente por todo o imóvel. Isso também beneficia pessoas
obesas ou com mobilidade reduzida, como idosos, gestantes e crianças.