Orçamento de R$ 70 milhões para Pedregulho aprovado em primeiro turno

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 21 de outubro de 2015 às 09:45
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 17:29
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Maiores despesas previstas serão em Educação, Urbanismo e Saúde segundo o Projeto Orçamentário

A Câmara de Vereadores de Pedregulho aprovou em 1º turno, o Projeto de Lei nº 049 de 28 de setembro, de autoria do Prefeito José Raimundo de Almeida Júnior – Zezinho do Galego, estimando a receita e fixando a despesa do Município para o exercício financeiro de 2016. 

O Orçamento será de R$ 70 milhões, dos quais R$ 55 milhões serão de repasses dos governos estadual e federal. Destes, R$ 7,7 milhões serão reduzidos por serem do FUNDEB – Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica. Apenas R$ 3,4 milhões serão de receitas de impostos locais. 

As despesas com Pessoal e Encargos Sociais somam R$ 24,2 milhões. O Prefeito prevê fazer investimentos de R$ 19,8 milhões, acreditando na superação da crise financeira que o País atravessa.

SETORES – As cinco maiores despesas orçamentárias previstas para 2016 são lideradas pela área da Educação, onde serão gastos R$ 22,5 milhões. Em seguida virão: Urbanismo – R$ 14.9 milhões; Saúde – R$ 10,3 milhões; Administração – R$ 5,8 milhões e Desporto e Lazer, com R$ 2,9 milhões. 

Também são relevantes as despesas com: Assistência Social – R$ 2,2 milhões; Habitação – R$ 3,1 milhões e Legislativa – R$ 1,3 milhão. 

O PL nº 049 também pede autorização legislativa para proceder transposição de dotações dentro da mesma unidade orçamentária desde que não altere o projeto, a atividade e a categoria econômica. Também pede que seja permitida a suplementação de dotações até o limite da inflação oficial. 

Segundo o Pr