Formula Chopp

Imposto de renda 2021: Bolsonaro veta projeto que adiava entrega e prazo é maio

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 6 de maio de 2021 às 17:00
  • Modificado em 6 de maio de 2021 às 18:55
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Com o veto ao projeto que alterava a entrega do imposto de renda 2021, o prazo deve se manter no último dia deste mês, 31 de maio

As pessoas que estavam se programando para entregar o IR em julho vão precisar apertar o passo porque o prazo vence dia 31 de maio

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei que previa estender o prazo para declaração do imposto de renda 2021. Pela proposta, a data mudaria para 31 de julho.

Com o veto na alteração do prazo do imposto de renda 2021, o prazo deve se manter no último dia deste mês, 31 de maio. O veto deve ser publicado no Diário Oficial da União.

Por outro lado, o Congresso ainda pode derrubar o veto e estender o prazo para 31 de julho. Tal feito passará em votação pelo plenário.

A votação, se veto será mantido ou não, também deve depender de quando o item for pautado nos trabalhos.

A alegação do governo federal para não seguir com o projeto de lei, passa pelo fato que a prorrogação do prazo do imposto de renda 2021 poderia afetar o fluxo de caixa do governo.

A proposta foi objeto de veto por causar um desequilíbrio do fluxo de recursos, o que poderia afetar a possibilidade de manter as restituições para os contribuintes, além de comprometer a arrecadação dos entes federativos.

Em abril deste ano, a Receita Federal publicou a Instrução Normativa RFB nº 2.020/2021 adiando o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda do exercício de 2021, de abril para maio.

“Foi a forma de suavizar as dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus (covid-19)”, informou, em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República.

Multa pelo atraso 

Importante que cada contribuinte se atente ao prazo, principalmente aqueles que são obrigados a declarar os rendimentos recebidos no ano passado.
Quem não entregar a declaração do imposto de renda 2021 até 31 de maio (prazo atual) será penalizado com multa de, no mínimo, R$ 165,74, e máximo de correspondente a 20% do imposto devido.

+ Economia