Formula Chopp

Fotos e gravuras caem no gosto dos francanos como opção criativa para decorar

  • Entre linhas
  • Publicado em 24 de novembro de 2016 às 23:59
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 18:02
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Personalização de forma sutil dá charme especial aos ambientes pessoais e profissionais

Originalidade. Esta é a palavra chave para definir o processo de decoração quando incrementado com fotos e gravuras. Comum nas decorações francesas e europeias do século XVI, atualmente esta opção tem conquistado diversos francanos que não abrem mão de personalizar de forma sutil os ambientes da residência ou local de trabalho.

A empresária Maria Helena Bagueira Leal Coelho contratou os serviços da designer e decoradora Manita Jacintho Caleiro e utilizou fotos da família em quadros e numa montagem com cerca de 40 fotos agrupadas. “Esta decoração no escritório chama a atenção por ser bem harmoniosa”, destaca. Para obter este resultado, Manita explica que o decorador necessita de estudar bem o local e a disposição de cada quadro ou painel, respeitando sempre o desejo e intuito de cada cliente. “Projetos assim além de decorar resgatam lembranças e memórias da família”, comenta Manita.

Para não errar, uma regra que deve ser sempre seguida é fixar as fotos e gravuras em média a 1,60 metros do solo, sem desconsiderar o tamanho da tela e a proporção na parede. Outro detalhe importante é manter uma distância mínima de 20 centímetros entre a base do quadro e os móveis. Para diferenciar cada decoração, vale destacar que a moldura junto com o tema da decoração do ambiente deve ser proporcional ao tamanho da tela, com exceção somente dos filetes.

Para utilizar quadros nem sempre é preciso fazer furos nas paredes. Manita sugere nestes casos colocá-los apoiados em nichos de estantes ou sobre aparadores. “Até mesmo no chão é uma alternativa inusitada que além de evitar furos torna a decoração versátil e fácil de mudar”, ressalta a decoradora.

Nem só as famílias são opções de decoração. Ídolos da música e do cinema como Marilyn Monroe e Elvis Presley também fazem sucesso neste estilo decorativo. Nas gravuras, do clássico ao moderno nunca saem de moda e, nesta proposta reinam em absoluto.

Reinando em todos os cantos

A proprietária do salão Petit Fleur, Eliana de Fátima Mantovani decidiu unir marketing e decoração no seu ambiente de trabalho. Quem freqüenta o Petit Fleur depara com um painel de dois metros de altura por 1,30 de largura que estampa a sua foto trabalhada em preto e branco. “Eu queria algo que marcasse o ambiente e chamasse a atenção das minhas clientes. Confesso que deu certo!”, diz Eliana.

A boa organização dos quadros dá uma sensação enorme de ordem e limpeza. Manita sugere que quando tiver diversos tamanhos na mesma parede, o melhor é organizá-los a partir de um eixo central, ao redor do qual podem ser dispostos os demais. “O ideal é ter, pelo menos, dois quadros do mesmo tamanho para compor esse eixo”, analisa.

Com uma série de fotos ou gravuras de mesmo tamanho e formato, uma ótima opção é emoldurá-las em grupos de três ou mais. Em média o preço desta decoração varia entre R$ 150 a R$ 2 mil, dependendo da moldura escolhida, tamanho das fotos e valor de cada gravura. Uma opção original ao alcance de todos.