Estoques de sangue em São Paulo se encontram em situação crítica

  • Salvador Netto
  • Publicado em 10 de novembro de 2020 às 19:02
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 07:58
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Cinco tipos sanguíneos têm disponibilidade para no máximo um dia

O estoque de cinco tipos de sangue da Fundação Pró Sangue – Hemocentro de São Paulo chegou nesta terça-feira (10) ao estado crítico: O positivo, O negativo, A negativo, B positivo e B negativo. 

Estado crítico significa que só há disponibilidade de fornecimento de sangue para, no máximo, mais um dia. O tipo A positivo está em estado de alerta (disponibilidade para até dois dias). Já o estoque de AB negativo e AB positivo estão estáveis. 

Para fazer a doação de sangue, o doador deve estar em boas condições de saúde; ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos; pesar no mínimo 50 kg; estar descansado e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação, e bebidas alcoólicas, 12 horas antes); e apresentar documento original com foto recente. 

Todos os doadores deverão passar pela triagem da Fundação Pró-Sangue, que obedece a normas nacionais e internacionais, como as do Ministério da Saúde e da Associação Americana e Conselho Europeu de Bancos de Sangue. 

Respostas a dúvidas sobre a doação e os horários específicos de funcionamento de cada posto podem ser obtidos pelo Alô Pró Sangue (11) 4573-7800 ou pelo site http://www.prosangue.sp.gov.br .

A Fundação Pró-Sangue está entre os cinco maiores bancos de sangue da América Latina e é centro de referência da Organização Pan-Americana de Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Mensalmente, coleta e processa cerca de 10.000 bolsas de sangue destinadas ao atendimento de cerca de 100 instituições públicas da rede estadual de saúde, entre elas o Hospital das Clínicas, o Instituto do Coração, o Instituto do Câncer de São Paulo e o Hospital Dante Pazzanese.