Em ritmo bastante lento, Brasil aplicou mais de 7 milhões de doses de vacina

  • Salvador Netto
  • Publicado em 21 de fevereiro de 2021 às 22:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

País registra 246.560 óbitos e 10.167.300 pessoas infectadas pelo coronavírus Sars-CoV-2 desde o início da pandemia

Pré-cadastramento no site Vacina Já otimiza tempo de atendimento na hora da vacinação

O Brasil registrou 554 mortes pela Covid-19 e 29.035 novos casos da doença no sábado (20). São, ao total, 246.560 óbitos e 10.167.300 pessoas infectadas pelo coronavírus Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do país são fruto de colaboração entre os grupos Folha, Estadão e Globo para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus.

As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais, informa a Folhapress.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.038. Há uma semana, a média era de 1.105, o que representa situação de estabilidade.

O consórcio também atualizou informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 nos estados e no DF.

Foram aplicadas no total 7.025.961 doses de vacina (5.853.753 da primeira dose e 1.172.208 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde.

As vacinas disponíveis no Brasil são a Coronavac, do Butantan em parceria com a farmacêutica Sinovac, e a Covishield, imunizante da Fiocruz desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca.

O ritmo de imunizações é considerado lento e algumas cidades, principalmente capitais, já paralisaram a aplicação por falta de doses. O governo promete acelerar o processo a partir de março.