Formula Chopp

Elixir mágico da juventude? Saiba por que as celebridades estão bebendo azeite

  • Dayse Cruz
  • Publicado em 3 de abril de 2021 às 11:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Os benefícios do azeite de oliva extra virgem para a saúde são conhecidos há muito tempo pela medicina

Azeite extra virgem tem diversas propriedades benéficas comprovadas para a saúde

 

Os benefícios do azeite de oliva extra virgem para a saúde são conhecidos há muito tempo pela medicina.

Agora, marcas de bem-estar estão investindo em produtos com fórmulas superconcentradas do óleo para tratamento de pele, cabelos e unhas.

Beyoncé e Gwyneth Paltrow são algumas das celebridades que já afirmaram usar azeite extra virgem para tratamentos estéticos.

Jennifer Lopez aplica o óleo diretamente nos cabelos e no corpo, desde a infância, e Sophia Loren se banha nele. Basta dar uma olhada no brilho de suas peles para entender os resultados do produto.

Se voltarmos alguns milênios no tempo, vamos ver que os faraós já usavam o azeite como hidrante e calmante natural para suas peles bronzeadas.

O óleo estava na rotina de cuidados de Cleópatra, lembrada também por sua beleza ímpar.

O azeite de oliva extra virgem contém ômega 3 e 9, altos níveis de antioxidantes – incluindo vitamina E –, que retardam e previnem danos celulares causados ​​por radicais livres.

Ele também estimula a conectividade de colágeno saudável, o que favorece a elasticidade da pele e retarda o aparecimento de rugas.

Ele ainda ajuda o corpo a absorver melhor as vitaminas lipossolúveis (solúveis em gordura), como A, D, E e K.

Diversos estudos científicos mostram, inclusive, os benefícios da dieta mediterrânea à saúde – rica em alimentos in natura, azeite de oliva, frutos do mar e muitos legumes.

Ela é apontada como fonte de longevidade e prevenção do Alzheimer, segundo a neurologista Thaís Augusta, coordenadora de Neurologia do Hospital Santa Lúcia e membro titular da Sociedade Brasileira de Neurologia.

Mas atenção! Parte das propriedades antioxidantes é perdida quando ele é exposto ao calor, principalmente quando passa dos 160°C.

Por isso, consumir o azeite in natura, seja bebendo ou adicionando em receitas cruas vem se mostrando uma opção mais eficiente para alcançar os resultados.

Especialistas indicam o consumo pela manhã, quando o intestino está acordando.

*Informações Metrópoles


+ Beleza