‘Ele só está sendo pai’, diz Tatá Werneck sobre elogios a Rafa Vitti

  • Salvador Netto
  • Publicado em 2 de dezembro de 2020 às 03:05
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 10:10
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Para Tatá, existe uma diferença quando o assunto é com a mãe, e não com o pai

(FOLHAPRESS) – Tatá Werneck, 37, teve uma conversa reveladora com Gisele Bündchen, 40, na tarde de segunda-feira (30). 

A apresentadora do ‘Lady Night’ participou de uma live com a supermodelo, transmitida através das redes sociais, onde falou sobre a experiência com a maternidade.

Além das dificuldades durante a gestação de Clara Maria, hoje com um ano de idade, Werneck comentou sobre a exaltação que seu parceiro, o ator Rafa Vitti, 25, ganha de internautas quando compartilha momentos com a pequena.

“Sempre deram muito destaque para isso, como se não houvessem homens como ele. Ele só está sendo pai. E por que as mulheres não são valorizadas da mesma forma?” afirmou a humorista, que não deixou de elogiar o companheiro. 

“Ele é um pai muito bom, não tenho do que reclamar. Ele sempre teve uma visão de ‘é uma tarefa dos dois, não é isso de ajudar, é tão sua filha quanto minha’ e sempre fez muito. Eu dei muita sorte”, completou a atriz.

Entretanto, Werneck disse que o mesmo não acontece quando se trata de mulheres. Para ela, existe uma diferença quando o assunto é com a mãe, e não com o pai. 

“É tão difícil achar um homem com essa visão e ao mesmo tempo as mulheres não são exaltadas da mesma forma. E se você não faz você é uma mãe horrível”.

Ainda na opinião da humorista, compartilhada em Gisele Bündchen, atualmente as mulheres buscam por mais parcerias quando se trata da criação de filhos. Para ela, quem se beneficia disso no final das contas é a criança.

A supermodelo casada com o jogador de futebol-americano, Tom Brady, concordou com Tatá Werneck e também comentou: “É tanta responsabilidade que você se perde. Eu não conheço uma mulher que não tenha essa fase de mãe que esquece que tem um outro ser dentro de você. Que você não é só mãe, é ser humano com necessidades.”

No bate-papo, as duas afirmaram que a maternidade, em geral, é bem solitária. Entretanto, Tatá Werneck já tem planos para dar um irmão ou irmã à Clara Maria. 

Nas redes sociais, a artista disse que a pequena precisa de um irmão, alguém para “brigar todo dia”, mas amar mais que tudo. “Vou providenciar”, disse ela.