Formula Chopp

Diretor prevê um concurso para a Polícia Civil do Estado de São Paulo ainda este ano

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 11 de maio de 2021 às 22:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Diretor da Academia de Polícia diz que todos os preparativos estão prontos e aguarda apenas a autorização do governador para fazer o concurso

A Polícia Civil do Estado de São Paulo tem expectativa de abrir um novo edital de concurso público (Concurso PC SP 2021) com 2.939 vagas em diversos cargos da corporação.

Em entrevista ao jornal Folha Dirigida, o diretor da Academia de Polícia do Estado, Júlio Gustavo Vieira Guebert, disse que prevê editais e provas ainda em 2021.

Segundo informações do diretor da Acadepol, os editais já estão prontos.

No entanto, segundo ele, a publicação ainda depende de aval do governador João Doria, uma vez que o o Estado está submetido ao Decreto 65.453, que proíbe a abertura de concursos até dezembro deste ano.

Entretanto, é importante destacar que há exceções quanto ao decreto.

Por exemplo, órgãos prioritários podem conseguir a liberação para divulgar editais, assim como aconteceu com a Polícia Militar de São Paulo.

“Nós estamos com tudo pronto. Acreditamos que os editais saiam em 2021. Assim que o governador liberar a autorização, poderemos publicar um edital por carreira. Os interessados já podem ir se preparando porque teremos notícias em breve”, disse o diretor da Academia de Polícia.

O delegado-geral da corporação, Ruy Ferraz Fontes, em 2020, já havia adiantado a iminência do concurso.

“Já estamos com o concurso pronto para ser lançado”, disse ele.

8 mil policiais até 2023

O delegado-geral disse que a corporação tem objetivo de ingressar 8 mil policiais nos próximos três anos.

“Nosso objetivo é até 2023 tentar trazer para o quadro da polícia civil pelo menos 8 mil policiais”, disse.

Ruy Ferraz Fontes conclui dizendo que a ideia é criar uma estrutura de trabalho eficiente para a Polícia Civil.


+ Segurança