Crea-SP começa força-tarefa de fiscalização em Franca e mais 6 cidades da região

  • Joao Batista Freitas
  • Publicado em 6 de junho de 2022 às 09:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

10 agentes fiscais vão atuar em instituições de ensino, empresas sem registro ou responsável técnico, obras de construção civil e usinas

Estão previstas cerca de 350 diligências em Franca, Orlândia, Morro Agudo, Sales Oliveira, Nuporanga, São Joaquim da Barra e Ipuã.

Começa nesta segunda-feira (06) e vai até sexta-feira (10) a força-tarefa de fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) em Franca.

De acordo com a informação do Conselho, a fiscalização vai abranger Franca e outros seis municípios na região de Franca.

Estão previstas cerca de 350 diligências em Franca, Orlândia, Morro Agudo, Sales Oliveira, Nuporanga, São Joaquim da Barra e Ipuã.

Nesta ação, dez agentes fiscais identificados atuam em instituições de ensino, empresas sem registro ou responsável técnico, obras de construção civil e usinas.

Agentes identificados

Com caráter orientativo e preventivo, a ação tem como foco assegurar a presença de profissionais habilitados à frente das atividades abrangidas pelo Conselho para garantir a segurança da população.

“Nosso objetivo é oferecer à região o melhor que temos de tecnologia para garantir maior proteção à população”, ressalta o gerente regional do Crea-SP, engenheiro Araken Mutra.

Segundo ele, “a partir das nossas operações, verificamos um aumento de empresas e profissionais registrados no Conselho, reflexo da nossa atuação para conscientizar a sociedade sobre a importância de contratar um profissional habilitado na área tecnológica”.

Balanço do primeiro trimestre

O Crea-SP encerrou o primeiro quadrimestre de 2022 com mais de 111 mil ações de fiscalização em todo estado de São Paulo e, até o final do ano, o objetivo é chegar a 400 mil ações.

Em 2021, o Crea-SP realizou 292 mil ações de fiscalização em todo território paulista, superando em mais de 45% a meta estabelecida. Foi um recorde histórico.

De 2015 a 2021, as fiscalizações do Conselho aumentaram cerca de 900%. O crescimento se deve ao uso das tecnologias para apoio às atividades, com pesquisas e apurações remotas, antes dos agentes fiscais irem a campo, e à adoção do modelo das forças-tarefas no Estado.

Denúncia

O Crea-SP abre canais em todas as unidades de atendimento para o registro de queixas, além do site; dos telefones 0800 017 18 11 ou 0800 770 27 32 e do e-mail: [email protected]

São infrações à legislação profissional: a ausência de responsável técnico em projetos, execuções ou prescrições; obras clandestinas; falta de placa na obra ou de identificação de responsável em atividades sujeitas à fiscalização; produção irregular de material ou insumo aplicáveis na Engenharia, Agronomia e Geociências; e outras situações relacionadas à violação do exercício técnico.

Sobre o Crea-SP

Instalada há 88 anos, a autarquia federal é responsável pela fiscalização, controle, orientação e aprimoramento do exercício e das atividades profissionais nas áreas da Engenharia, Agronomia e Geociências.

O Crea-SP está presente nos 645 municípios do Estado, conta com cerca de 350 mil profissionais registrados e 95 mil empresas registradas.


+ Cidades