Conheça o banho de sete ervas e outras formas de “enfrentar” a temida sexta-feira 13

  • Roberto Pascoal
  • Publicado em 13 de maio de 2022 às 06:30
  • Modificado em 13 de maio de 2022 às 06:37
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Conheça a origem das superstições nesta data, como o medo de fofos gatinhos pretos

Conheça a origem das superstições nesta data, como o medo de fofos gatinhos pretos

A segunda sexta-feira de maio será um marco importante aos supersticiosos no calendário de 2022: ela cairá no dia 13. Ou seja, será uma temida sexta-feira 13, dia culturalmente considerado de azar.

E, assim como acontece com passar por baixo de uma escada ou cruzar com um gato preto, muitas pessoas se agarram às superstições que existem em torno da data.

Além disso, a sexta-feira 13 é um prato cheio para Hollywood e muitos filmes de terror abordam o tema. Contudo, você sabe qual é a verdadeira origem da crença que cerca essa data? Descubra mais sobre e veja quais banhos e rituais você pode, se acreditar, fazer nesse dia.

Por que a fama?

Mas, afinal, de onde surgiu a ideia de que sexta-feira 13 seria um dia ligado ao terror ou ao azar? Não se sabe ao certo qual a verdadeira origem, mas existem diversas histórias negativas acerca desse dia e do número 13.

Primeiramente, segundo a Bíblia, 13 pessoas – Jesus e seus 12 apóstolos – estavam presentes na última ceia, realizada em uma quinta-feira. Sendo assim, no dia seguinte, conhecido como Sexta-feira Santa, Jesus foi crucificado por conta da traição de um de seus convidados.

Já de acordo com a cabala, existem 13 espíritos malignos. Conforme a mitologia nórdica, Loki foi o 13º convidado a aparecer em uma importante festa de Odin que acabou em tragédia.

E, por fim, em 13 de outubro de 1307, uma sexta-feira, na França, o rei Filipe IV iniciou uma perseguição aos Templários em que todos foram torturados e mortos até o fim do dia.

Sendo assim, a sexta-feira 13 é cercada de superstições em várias culturas ocidentais. Contudo, não há estatísticas mostrando que o número de acidentes e desastres naturais sejam maiores que o normal nessa data.

 

O que não se “pode” fazer?

De acordo com as crenças da cultura ocidental, existem algumas coisas que é melhor, aos que acreditam, evitar em uma sexta-feira 13. Confira quais são:

• Descer da cama com o pé esquerdo;

• Passa por baixo de uma escada;

• Quebrar um espelho;

• Olhar para um gato preto;

• Deixar os calçados virados;

• Deixar 13 pessoas sentarem em uma mesma mesa de jantar;

• Derrubar o sal na mesa;

• Abrir um guarda-chuva dentro de casa.

Muitos seguem essas superstições no dia a dia e acreditam que terão sete anos de azar se quebrarem um espelho, por exemplo.

Além disso, usam artigos que trazem proteção como olho grego e trevo de quatro folhas, acreditando que ficarão livres do azar.

Contudo, a maioria não sabe ao certo a origem dessas crenças, apenas as seguem por já estarem inseridas na cultura desde que são crianças.

Porém, entre todas essas superstições, há uma que pode se tornar maldosa: a de temer o gato preto! Ele pode até ser o bichinho de estimação de algumas bruxas das séries e dos filmes, só que ele não faz mal algum e não existem fatos verídicos que justifiquem o medo em relação a ele.

Banho de 7 ervas para proteção

Alguns podem não ligar para nenhuma dessas superstições da sexta-feira 13, mas outros podem achar melhor não dar sopa para o azar e ficam com ansiedade só de lembrar que esse dia está perto. Sendo assim, aprenda a fazer um banho especial de sete ervas tido, aos que creem, como ideal para trazer proteção.

Ingredientes:

• Alecrim;

• Alfazema;

• Manjericão;

• Guiné;

• Erva-doce;

• Arruda;

• Sete pedaços pequenos de espada-de-São-Jorge.

Como preparar:

1. Antes de começar a preparar seu banho de sete ervas, lembre-se de que todos os ingredientes devem ser secos e não frescos;

2. Então, aqueça 2 litros de água e coloque um punhado de cada ingrediente dentro da panela;

3. Quando a água começar a ferver, desligue o fogo;

4. Tampe o banho e deixe abafar entre 7 e 10 minutos;

5. Coe e descarte as ervas na natureza, em um jardim ou vaso, se for possível;

6. Logo após, tome seu banho de higiene normalmente e se enxugue por completo;

7. Em seguida, jogue o banho energético do pescoço para baixo e faça uma prece pedindo por proteção;

8. Enxugue o excesso levemente;

9. E, por fim, vá descansar logo depois.

Você pode fazer esse banho sempre que achar necessário. E, caso não tenha uma dessa ervas em casa, pode mesclar com erva-cidreira, hortelã, eucalipto e espada-de-Santa-Bárbara, desde que o banho fique com sete ervas no total.

Conclusão

A sexta-feira 13 é uma data que faz muitas pessoas terem medo, assim, elas aproveitam assistindo filmes de terror e curtindo a entrada do final de semana. Contudo, outras pessoas não se importam tanto com a data consideram que suas explicações históricas e religiosas são apenas coincidências.

Seja qual for a sua opinião sobre essas crenças, busque curtir o seu dia sem preocupação e com um banho de sete ervas, se sentir necessidade. E, caso encontrar um gatinho preto, lembre-se de que ele não lhe trará azar algum.


+ Cotidiano