Formula Chopp

Com o exame de Ordem dos Advogados adiado, o momento é de focar nos estudos

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 20 de abril de 2021 às 19:30
  • Modificado em 20 de abril de 2021 às 19:33
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Em live com professor do “Meu Curso”, coordenador nacional da prova da OAB destaca que entidade está atenta a aprimoramentos

 

A 1ª fase do XXXII Exame de Ordem da OAB já conta com 182 mil inscritos e, de acordo com Alberto Simonetti, coordenador nacional da prova, novas inscrições devem ser reabertas assim que possível.

Em uma live no Instagram com o professor Marco Antônio Araújo, coordenador pedagógico do Meu Curso, Simonetti destacou que é preciso aguardar algumas definições porque ainda não foram marcadas novas datas.

“Nós vamos aplicar o exame esse ano, em uma modalidade ou outra”, afirmou, referindo-se à possibilidade de uma prova online que, por enquanto, não será possível.

Segundo ele, essa modalidade é discutida na entidade, mas exige muito cuidado.

“A OAB busca parceiros para isso, mas será um projeto levado ao conselho federal para avaliar, sobretudo, as questões de segurança para que não haja fraude. Existe um caminho legal a ser percorrido antes disso”, explicou.

A OAB adiou o exame, inicialmente marcado para 7 de março, por causa do agravamento da pandemia de Covid-19.

Em comunicado emitido no final de fevereiro, a entidade afirmou que não há previsão de nova data para aplicação.

De acordo com Simonetti, o conteúdo programático do edital não vai mudar e está em estudo a possibilidade de alteração de disciplina escolhida para a 2ª fase (prova prático-profissional) no edital de retomada.

Mudanças de local de prova informado na inscrição também podem ocorrer porque a entidade está recebendo muitos pedidos nesse sentido, segundo ele.

Enquanto a data não é definida, é fundamental manter o foco nos estudos e continuar se preparando para o exame, criando um ambiente propício e adequado:

– Definir prioridades: reservar um tempo da vida para realmente focar no conteúdo

– Reservar um horário e um local adequado de estudos: criar uma rotina é benéfico porque o cérebro vai criando um hábito e entende que naquele momento a concentração deve ser maior

– Manter um cronograma: tempo diário para estudos, matérias a serem revisadas e aprofundadas de acordo com sua complexidade

– Recorrer à tecnologia para organizar e complementar o conteúdo: uso de agendas online e aplicativos de gerenciamento são úteis para organizar todas as tarefas, assim como ouvir podcasts em horários livres para repassar conteúdos e, por fim, cursos preparatórios e videoaulas para consolidar toda a preparação.

 


+ Educação