Com dor ciática, Papa Francisco não vai celebrar missa de Ano-Novo

  • Salvador Netto
  • Publicado em 31 de dezembro de 2020 às 20:24
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 13:10
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

É a primeira vez em anos que Francisco teve de faltar a um evento papal por razões de saúde

O papa Francisco não vai conduzir a tradicional missa de Ano-Novo, no dia 1º de janeiro de 2021, devido a um problema no nervo ciático, disse o Vaticano nesta quinta-feira (31). Com dores na perna direita, o papa também não vai realizar as orações que acontecem nesta quinta.

A celebração das vésperas de fim de ano na tarde desta quinta foi dirigida pelo cardeal Giovanni Battista Re, e a missa desta sexta-feira (1º) será presidida pelo cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano.

O papa Francisco, porém, vai conduzir a oração do Ângelus de dentro da biblioteca do palácio Apostólico.

É a primeira vez em anos que Francisco, que completou 84 anos neste mês, teve de faltar a um evento papal por razões de saúde.

O papa sofre de dor no nervo ciático, uma condição que causa dor que se irradia da parte inferior das costas, ao longo do nervo ciático, até os pés.

Por causa da dor, ele pode ser visto às vezes caminhando com dificuldade e recebe fisioterapia regular devido à condição.