Formula Chopp

Alexandre Ferreira reforça apelo à população durante fase mais restritiva na cidade

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 27 de março de 2021 às 07:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Apelo é para que os francanos evitem sair de casa e, quando o fizer, que cumpram todos os protocolos sanitários de prevenção à covid-19

Alexandre Ferreira, prefeito de Franca, discorda do rebaixamento da cidade no Plano SP

Prefeito Alexandre Ferreira reforça apelo para isolamento social na cidade

 

O decreto municipal n° 11.217 de 19 de março, assinado pelo prefeito Alexandre Ferreira, que dispõe sobre as medidas restritivas da Fase Emergencial do Plano São Paulo, permanece em vigor até a próxima terça-feira, dia 30.

Esse alerta foi reforçado na sexta-feira, 26, pelas autoridades sanitárias municipais, pedindo a colaboração das pessoas, mantendo os cuidados com a higiene pessoal, o distanciamento social e respeitando às normas que restringem o funcionamento das atividades no comércio em seus vários segmentos.

A Vigilância Sanitária está atuando com firmeza, levando orientações e buscando sensibilizar às pessoas a respeitarem as medidas restritivas do decreto municipal.

Recomendações

O prefeito Alexandre Ferreira segue trabalhando, junto com as instituições médicas da cidade e o Estado, no sentido de viabilizar novos leitos, seja de enfermaria, com os seis novos abertos no Pronto-Socorro Municipal ‘Dr. Álvaro Azzuz’, como as 10 novas unidades de UTI-SUS, que estão previstas para serem instaladas no AME (Ambulatório Médico de Especialidades).

Porém, o prefeito tem sido enfático, ao afirmar que a alternativa de novos leitos não é o bastante, pois é preciso contar com estrutura física, de medicamentos que estão no limite, além de profissionais de saúde.

Diante desse quadro, o apelo geral das autoridades é para que as pessoas fiquem em casa, neste final de semana, evitando sair e quando houver necessidade, que cumpram os protocolos sanitários de prevenção a Covid-19, com o uso de máscara, álcool gel e evitem aglomerações.

O objetivo é evitar um colapso pela falta de leitos, tanto de enfermaria como de UTI, em seus limites em toda a rede.

 


+ Cotidiano