Formula Chopp

Tarciso Bôtto e João Batista de Lima são reeleitos presidente e vice da ACIF

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 7 de abril de 2021 às 20:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ambos foram aclamados, por unanimidade, na noite de ontem, 6, em cerimônia online; nova diretoria será empossada no próximo dia 27

Tarcísio Bôtto e João Batista de Lima – crédito da foto Wilker Maia

 

Os empresários Tarciso Bôtto (Óptica Melani) e João Batista de Lima (Francal Feiras e Padaria Estrela) foram reconduzidos, na noite de terça-feira, 6, aos cargos de presidente e vice-presidente da ACIF (Associação do Comércio e Indústria de Franca).

A reeleição ocorreu de forma online, durante reunião do Conselho Deliberativo da ACIF, por aclamação unânime.

Os dois têm, agora, a missão de formar a diretoria administrativa da ACIF até 27 de abril, data em que os membros deverão sem empossados para cumprir mandato referente ao biênio 2021/2023.

“Continuar a trabalhar pela a ACIF, entidade que tem por objetivo defender, apoiar e qualificar seus associados. Esses são os princípios que norteiam esta Diretoria Administrativa”, afirma Bôtto.

“Nossa motivação para prosseguir se deve à vontade de continuar os bons trabalhos em prol dos associados”.

“Alavancamos o setor de Desenvolvimento Empresarial da entidade, criamos o projeto ‘Caminhos para o Crédito’, onde, através do nosso DNI, pudemos auxiliar nossos associados na busca de verbas para investimento e manutenção dos seus negócios, criamos a ACIF Móvel, com o objetivo de ficarmos mais próximos dos associados, auxiliando-os na busca de soluções para incremento de seus negócios, e melhoramos as inter-relações de trabalho com nossos parceiros, fornecedores e também com os Poderes Públicos municipal, estadual e federal”, relata.

Para o vice-presidente, este segundo mandato será uma oportunidade para fomentar crescimento a partir da força do associativismo.

“Passamos um ano dos nossos dois anos de mandato administrando as urgências da pandemia na Região, em nossa cidade e junto aos nossos associados”.

“Nossa proposta, ao seguir para um segundo mandato, é continuar enfrentando a situação pandêmica com a força que vem do associado, ele que é a mola propulsora da nossa economia”, afirmou.

“Nós acreditamos que, neste segundo mandato, possamos fazer ainda mais pelo nosso associado para que ele possa gerar emprego, fazer suas contribuições tributárias e movimentar a roda da economia de Franca e Região.”.


+ Cotidiano