Morre o repórter Romeu Cesar, que começou no jornalismo em Franca

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 11 de novembro de 2020 às 18:01
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 08:05
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

O jornalista estava internado na Santa Casa de Valinhos lutando contra complicações causadas pela Covid-19.

Romeu Cesar Gosuen com uma de suas netas

FolhaPress – Especial para o Jornal da Franca 

Morreu nesta madrugada Romeu Cesar, ex-repórter da rádio Globo em São Paulo. 

O jornalista esportivo estava internado na Santa Casa de Valinhos lutando contra complicações causadas pela Covid-19. 

Ele e a esposa Rosangela foram contaminados pelo coronavírus e ficaram internados juntos, mas a situação do comunicador se agravou. Foram 20 dias de luta.

“Ele se contaminou com o Covid. Quando entrou no hospital, ele estava bem. Ele e minha mãe foram internado juntos, inclusive ficaram no mesmo quarto, mas ela progrediu e ele piorou. Meu pai foi para UTI, ficou três dias sem intubação, ele ficou intubado e sedado acredito que já uns nove dias e aí o parâmetro respiratório dele estava cada vez pior até que ele não aguentou e faleceu”, explicou a filha Luise Lara Gosuen.

“Ele estava sofrendo muito. Na última vez que fui ao hospital, na segunda-feira, eu já achava que ele ia falecer, porque ele tentava conversar comigo e não conseguia. Depois sedaram ele mais, ele precisava descansar, ele estava sofrendo muito”, acrescentou a filha. 

Romeu será cremado em Indaiatuba ou Campinas, segundo a vontade dele. Ele deixa duas filhas, Luise e Elise, além de quatro netos e da esposa Rosangela. 

O radialista, conhecido carinhosamente como “Fera”, nasceu na cidade de Franca, e ficou reconhecido por seu trabalho em grandes emissoras do interior e, depois, na rádio Globo da capital, onde permaneceu por 20 anos. 

Quando deixou a rádio Globo e o jornalismo, Romeu começou a trabalhar como representante de fábricas de sapatos da cidade de Franca e foi assessor político.

Sobre Romeu Cesar, Wilson Baldini disse: “Quando comecei a ser setorista de clube, em 1991, dei de cara com Romeu Cesar, que fazia parte do timaço da Rádio Globo. A recepção foi a melhor possível. Romeu era um cara simples, bacana, ponta firme. Hoje acordei com a triste notícia da sua morte. Vai firme, Feraaaaaaaaaaaa!!

Carreira em Franca

Romeu Cesar Gosuen nasceu em Franca e morou praticamente todo o tempo na Cidade Nova, ao lado da Igreja Santo Antonio.

Determinado, quis ser jornalista. Seu primeiro trabalho foi no Comércio da Franca, quando o editor era o jornalista Cesar Colleti.

No jornal, fazia matérias policiais e locais. Cesar Colleti levou Romeu Cesar para a Rádio Difusora e ele se apaixonou pelo trabalho em rádio. 

Treinou muito para falar bem e rápido. De repente Franca ficou pequena para Romeu Cesar e ele foi para São Paulo.

Integrou o timaço da Rádio Globo, quando o comandante era Osmar Santos. Ficou famoso em todo Brasil, mas nunca perdeu a humildade francana. 

Romeu Cesar sempre foi a linha de frente da Associação Atlética Francana em São Paulo, auxiliando o time. Na época em que ainda haviam amistosos, Romeu Cesar trouxe grandes times de todo o Brasil para jogar em Franca.