Governo do Estado anuncia novo Plano SP, com 90% da população na fase amarela

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 8 de janeiro de 2021 às 16:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Desenvolvimento Regional informa que a fase amarela abrange 13 regiões do estado, enquanto quatro regiões estão agora na fase laranja

Em entrevista coletiva à imprensa no Palácio dos Bandeirantes, o governo paulista atualizou hoje (8) as informações acerca do enfrentamento da pandemia no estado e anunciaram a reclassificação regional do Plano SP.

Participaram os Secretários estaduais de Saúde, Jean Gorinchteyn, Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, e os diretores do Centro de Contingência, Paulo Menezes e João Gabbardo.

O Secretário Marco Vinholi informou sobre o avanço da região de Presidente Prudente da fase vermelha para a laranja. Três outras regiões, por outro lado, regrediram para a fase laranja. São elas Marília, Sorocaba e Registro.

Vinholi explicou que estas três últimas regiões registraram aumento na ocupação de leitos de UTI em taxas acima de 70%.

Registro assinalou incremento para 9,3 óbitos por cem mil habitantes, sendo o limite da faixa amarela de oito óbitos por grupo de cem mil habitantes.

“A intensificação no índice de ocupação de leitos explica a regressão destas regiões para a fase laranja; quanto a Presidente Prudente, avança para a fase laranja com leve melhora nos índices. Marília e Sorocaba tiveram alta de ocupação de leitos para além de 70% “, informou Vinholi.

Vinholi anunciou também a instalação de novos leitos em várias regiões. Presidente Prudente ganhará 30 novos leitos; Sorocaba, 30 leitos; e a região de Marília, 12 novos leitos.

O Secretário de Desenvolvimento Regional informou ainda que a próxima atualização do Plano SP ocorrerá em 5 de fevereiro.

O Secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, alertou que houve um recrudescimento da pandemia em todo o estado, a despeito da colaboração da maioria da população, que respeitou as regras sanitárias em vigor.

A taxa de ocupação de leitos de UTI subiu para 63,3% no estado. Há 5.060 pessoas internadas nas unidades intensivas. SP contabiliza 1,5 milhão de casos de Covid-19 neste momento.

Em relação à semana epidemiológica anterior, constatou-se aumento de 30% de novos casos de Covid-19. As internações tiveram incremento de 8,2%, enquanto a taxa de óbitos subiu 34% ante a semana anterior.

Mais de 1,3 milhão de pessoas já estão recuperadas da COVID-19 no estado; o número de pacientes internados atualmente é de 12.213.

Frente a este aumento nos índices da doença, o Centro de Contingência revisou o Plano SP no sentido de endurecer a possibilidade de flexibilização da quarentena. Agora, na 17ª. classificação do Plano, 90% da população fica na fase amarela e 10% na fase laranja, mais restritiva.

O centro de contingência entendeu que deve aumentar as restrições para conter o aumento de casos. Deste modo, 13 regiões do estado permanecem na fase amarela e 4 regiões na fase laranja.