Fernanda Paes Leme diz ter perdido virgindade com Paulo Vilhena aos 17

  • Salvador Netto
  • Publicado em 1 de novembro de 2020 às 03:02
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 07:05
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

‘A gente ficava, mas era aquela coisa, eu era virgem’, explicou em entrevista a canal do YouTube

Fernanda Paes Leme também falou sobre a primeira cena de sexo que gravou

A atriz Fernanda Paes Leme revelou que perdeu a virgindade aos 17 anos com o colega Paulo Vilhena. Na época, os dois faziam parte do elenco do seriado “Sandy e Junior” (Globo). 

“A gente era amigo, eu era super a fim dele e ficava com ele desde o começo da série”, disse em entrevista Theodoro Cochrane no canal Téte a Theo (YouTube).

“A gente ficava, mas era aquela coisa, eu era virgem”, explicou. “Eu disse para ele, o dia que eu quiser eu aviso. Foi praticamente agendada minha perda de virgindade. Ele morava na rua da minha escola. Daí, fiz a prova, saí da escola, mochilinha e fui.”

Perguntada se Sandy também perdeu a virgindade com o ator, já que a cantora namorou com ele logo depois, ela foi breve. “Não”, respondeu.

A atriz também falou sobre a primeira cena de sexo que gravou, na minissérie “Um Só Coração” (Globo), com o ator Herson Capri. Na época, ela disse que era tão inexperiente que chegou a ouvir do diretor: “Você já transou?”.

“Todo mundo preocupado, pois eu era uma menina de 19 anos”, lembrou. “Eu ficava de joelhos e nem encostei nele. Ele é muito profissional, o melhor par romântico que eu já tive. Mas eu tive uma crise de riso.”

A atriz também lembrou do ensaio de nudez que fez para a revista Playboy em 2005 e disse que recebeu truques de depilação para a sessão de fotos em que apareceria completamente nua. Ela disse ter topado o trabalho por dinheiro e que comprou um apartamento depois.

Hoje considerada sensual, Fernanda revelou que no colégio usava roupas folgadas e era considerada “maloqueirinha”. Ela ainda disse que seu apelido era “Fê, A Sebosa da Neca”, porque não lavava muito os cabelos e sua mãe tinha o apelido de “Neca” (abreviação de Boneca).