Formula Chopp

Está de mau humor? Alguns alimentos podem estar te deixando assim. Saiba mais

  • Nina Ribeiro
  • Publicado em 24 de fevereiro de 2021 às 09:30
  • Modificado em 24 de fevereiro de 2021 às 11:32
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Alguns alimentos que consumimos diariamente podem conter compostos que alteram diretamente os hormônios no organismo

Alguns alimentos possuem compostos que interferem diretamente os hormônios no organismoAlguns alimentos possuem compostos que interferem diretamente os hormônios no organismo

 

Se você anda mau humorado, a culpa pode não ser do estresse, principalmente neste período de pandemia, e sim na sua alimentação.

Isso mesmo. Alguns alimentos possuem compostos que acabam afetando os hormônios, causando alterações comportamentais. Veja quais são:

Refrigerantes light e diet

Para que os refrigerantes tenham o mesmo (ou mais) sabor doce das versões normais, os fabricantes os enchem de aspartame.

O problema é que esse adoçante artificial contém fenilalanina; um aminoácido que pode ter um nome engraçado, mas é mais conhecido por impedir a produção de serotonina (hormônio do bom humor), quando está presente demais no corpo.

Balas, balinhas, docinhos…

Para que eles tenham cores divertidas e atraentes de forma a fazer com que as crianças (e nós também!) queiram comê-los, os fabricantes usam corantes artificiais.

O problema é que esses corantes rimam com: risco de hiperatividade, moral baixa, dores de cabeça e insônia. Eca!

Alimentos enlatados

Tudo bem, almôndegas enlatadas, uma feijoada em lata costumam quebrar o galho da gente, nas horas de correria.

Mas cuidado: assim como os biscoitos de aperitivo, os pratos enlatados contêm glutamato monossódico… Seu consumo pode causar dores de cabeça, fadiga e mudanças de humor!

Frituras

É claro que, quando comemos batatas fritas, frango à passarinho, pastel, coxinha e muitas outras coisas, nos sentimos bem.

Mas você deve saber que fritar alimentos em temperaturas muito altas, além atrapalhar a dieta, impede a liberação, no corpo, de certos hormônios relacionados ao bem-estar (endorfina, serotonina…).

Portanto, mesmo que no momento nos sintamos bem, após uma refeição rica em frituras, o mau humor vai bater à sua porta!

Embutidos em geral

Para conservá-los por mais tempo, os fabricantes não hesitam em adicionar à salsicha industrial um aditivo, nitrato de sódio.

O problema é que o consumo excessivo de nitrato de sódio pode levar à hiperatividade, insônia, tontura, enxaqueca, irritabilidade…

Barras de cereal

Embora os fabricantes os vendam como produtos “energéticos”, a maioria das barras de cereal é rica em açúcares adicionados.

Então, depois de ingeri-los, rapidamente, a glicose no sangue dá um salto, mas diminui mais rápido ainda. Isso levará a liberação de hormônios relacionados ao estresse no organismo, especialmente o cortisol.

Café

De manhã, muitas pessoas precisam da xícara de café para acordar e se sentirem prontas para o dia que começa.

OK, mas cuidado com os efeitos colaterais se você abusar da cafeína (mais de 5 xícaras/dia): aumento da pressão sanguínea, sudorese, dificuldade de concentração, alterações de humor, sono difícil…

Margarina

Muitas vezes apresentada – erroneamente! – como uma alternativa saudável à manteiga, a margarina é de fato um produto rico em lipídios processados, cujo consumo pode levar a desequilíbrios glicêmicos e mudanças de humor.

Sem mencionar o risco de ganho de peso e a presença do aromatizante artificial para dar gosto de manteiga, que é altamente prejudicial ao organismo.

*Informações Receitas Sem Fronteiras


+ Nutrição