Relógio do Sol tem 80% do trabalho concluído e entra na etapa final do restauro

  • Entre linhas
  • Publicado em 31 de outubro de 2019 às 21:43
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 19:58
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Investimento feito pela Prefeitura apenas nessa etapa do processo é da ordem de R$ 238 mil

Um dos principais
ícones do patrimônio histórico do município, o Relógio do Sol, danificado
durante um temporal no final de 2017 tem os dias contados para ser novamente
entregue a população. 

A Prefeitura, através de sua Secretaria de Esportes, Arte
e Cultura, com o monitoramento de perto dos membros do Comdephat (Conselho
Municipal de Desenvolvimento e Patrimônio Histórico), cumpriu uma série de
etapas técnicas e científicas para chegar a fase em que os trabalhos se
encontram, de conclusão, de modo que esteja em condições de ser reinaugurado no
aniversário da cidade.

Três profissionais trabalham no local de ‘sol a sol’, protegidas por uma tenda
e um sistema de isolamento por onde os transeuntes que circulam pela Praça
Nossa Senhora da Conceição, se interessando, podem visualizar parte do trabalho
através de uma janelinha. Duas restauradoras, Leila de Oliveira e Laura Bassul,
com o suporte da auxiliar Júlia Russi, estão na etapa final desse restauro
técnico científico, com todas as peças já colocadas em seus lugares, os
fragmentos que foram guardados instalados, os preenchimentos das lacunas feitos
e a limpeza em geral.

Leila observa que esse é um trabalho que requer uma boa condição física, pois
nos últimos dias o sobe e desce nos andaimes é constante (a peça tem 4 metros
de altura) e de equilíbrio e muita paciência e observação. Isso porque cada
detalhe do Relógio do Sol exige atenção e cuidados redobrados, com incursões
que tem precisão cirúrgica, não permitindo margens para equívocos.

Segundo Leila de Oliveira, cerca de 80% do trabalho programado do restauro está
pronto com previsão de entrega ainda neste ano. Na segunda semana de novembro é
bem provável que poderão ser executados os serviços de jardinagem, pedreiro e
ornamentação ao redor do monumento . O investimento feito pela Prefeitura
apenas nessa etapa do processo é da ordem de R$ 238 mil.