Prefeitura de Franca inaugura nova creche no bairro Jardim Palmeiras

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 28 de dezembro de 2020 às 22:11
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 12:55
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Nova creche-escola está localizada na região Oeste de Franca e terá capacidade para atender até 200 crianças

Está programado para a manhã desta terça-feira, 29, a inauguração da Creche-Escola ‘Maria Ribeiro Ramos – Dona Níria’, localizada no Jardim Palmeiras, região Oeste da cidade. 

Essa unidade terá capacidade para atender até 200 crianças e está localizada na rua Manoel Igino Leal, em área institucional destinada pela Prefeitura, para atender as crianças além do Palmeiras de diversos outros bairros adjacentes como Jardim Pulicano, Palermo City, Júlio D’Elia, dentre outros.

Com investimentos superiores a R$ 3 milhões, essa Creche-Escola foi financiada com recursos próprios do município, com projeto no padrão do FNDE (Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação), com acompanhamento e coordenação da Secretaria de Planejamento Urbano. 

A Secretaria da Educação já adquiriu todo o mobiliário e apenas não colocou nas instalações devido as incertezas decorrentes da pandemia que não se sabe ao certo quando as atividades serão retomadas.

A solenidade dessa terça-feira ocorre a partir das 9h30. A denominação de ‘Maria Ribeiro Ramos’ partiu de iniciativa do então vereador e hoje Secretário de Saúde, Luiz Carlos Vergara. 

A Patrona​

Mais conhecida como ‘Dona Níria’, Maria Ribeiro Ramos era natural de Alfenas, Minas Gerais e na década de 60 transferiu residência para Franca.

Estudou no Colégio Torquato Caleiro, onde em 1965 concluiu o curso de Museologia no Museu Histórico e pedagógico ‘Dom Pedro II. 

Concluiu também no mesmo ano, o curso de orientação  e ação social pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Franca,.

Estudiosa contumaz, se especializou em diversas áreas e dedicou grande parte da vida aos estudos, encerrando a carreira como professora na Escola Agrícola ‘Prof. Carmelino Corrêa Junior’, onde foi homenageada em diversas ocasiões. 

Ingressou no magistério mediante concurso público em 1980, como professora de Biologia. 

Era solteira e morreu aos 72 anos, de um ataque cardíaco no Hospital, quando seu irmão Hélio Antônio estava a caminho para buscá-la de alta médica.