Formula Chopp

Marcelo Fradim: artista restaura história de Franca colorindo fotos antigas

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 27 de agosto de 2020 às 19:25
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 21:09
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ele já colorizou mais de mil fotos de Franca antiga, resgatando fatos que acabaram se perdendo com o tempo

Quem é o Marcelo Fradim do Amo Franca?

Marcelo de Oliveira Silva é o nome de batismo do “social media” Marcelo Fradim. 

Ele nasceu em Franca no dia 09 de maio de 1969, mas logo cedo se mudou da cidade, morou em São Paulo, Rio de Janeiro e até na Amazônia. 

Seu pai era barrageiro e na medida que novas usinas eram construídas, ele e sua família se mudavam para acompanhar os lançamentos. 

Prestes a completar 16 anos, voltou para Franca, trazendo na bagagem tudo o que havia vivenciado em outras cidades e vislumbrou muitas oportunidades. 

Acabou se firmando na área de marketing, ajudando diversas empresas e marcas da cidade e região a encontrarem êxito.

Participante atuante do grupo Apaixonados por Franca e idealizador dos grupos e marcas Amo Franca e Amigos da Estação, Marcelo Fradim é conhecido nas redes sociais pelas fotos, pelas histórias que tem resgatado de nossa cidade e por sua participação ativa na comunidade francana. 

Algumas de suas publicações já chegaram a alcançar a incrível marca de 100 mil compartilhamentos. Os números são mesmo surpreendentes. 

O grupo Amo Franca, que administra desde Janeiro de 2014, atingiu recentemente a marca de 40 mil membros ativos, formado por pessoas que declaram seu amor por Franca, sendo elas francanas de nascimento ou de coração. 

Mas os feitos do Marcelo Fradim vão muito além da internet. 

Ele esteve na coordenação da maioria dos 43 Corredores Culturais que aconteceram na cidade. 

Além disso, realizou exposições das mais diversas, focadas principalmente no resgate da história e cultura da cidade. Foi também, por 6 vezes, curador do Museu da Imagem e do Som. 

Criou o título Diamantes da Franca e Centenários da Franca. É de sua criação também o evento chamado Passeio Fotográfico, onde os participantes redescobrem parte da história da cidade e fotografam sob os seus olhares essa biografia.

Ele ama tanto a preservação da história, que atualmente trabalha com colorização e restauração de fotos antigas, atividade que desenvolve desde 2013. 

E nesta área já colorizou mais de mil fotos de Franca antiga, resgatando fatos que acabaram se perdendo com o tempo.

Marcelo participou também de diversas ações assistenciais na cidade, organizando as Olimpíadas da Solidariedade, que em seu ápice arrecadou 112 toneladas de alimentos que foram doados as famílias carentes e entidades de Franca e região, e na organização da Campanha do Agasalho de Franca, por 5 vezes. 

Na política, foi membro ativo no Movimento Sonháticos, composto por pessoas de todo o Brasil, na estruturação de uma nova forma de se fazer política. Projeto este que o habilitou a compor, em conjunto, o estatuto do Partido Rede Sustentabilidade, e o tornou fundador político do partido no Brasil.

Marcelo Fradim é casado, pai de 6 filhos e ainda um apaixonado por botânica. Um de seus feitos foi o plantio de pimentas, das mais variadas espécies. Chegou a ter mais de 100 variedades plantadas. 

Hoje sai semeando plantas frutíferas em áreas remotas da cidade. “Não planto árvores, semeio vidas”, é o seu lema há muitos anos. E há tempos também tem o sonho de ver as praças com paisagismo frutífero, ao invés do ornamental apenas. 

Falar de Marcelo Fradim é falar de alguém que olha nos olhos todas as vezes que conversa com uma pessoa. Que é sincero, que abre o coração, e que parece ser aquela pessoa que se conhece há anos, mesmo que você tenha acabado de conhecê-lo. 

Ele ama intensamente Franca e parece gritar isso aos 4 cantos, com palavras e com atitudes. Como ele mesmo diz sobre todas as pessoas que homenageia: é gente da gente!

(Caio Mignone)


+ Artes