Formula Chopp

Governo do Estado diz que mudança de fase se dá por causa da queda de internações

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 17 de abril de 2021 às 14:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

A partir deste domingo, dia 18, começa a fase de transição do Plano São Paulo, com reabertura segura e gradual do comércio e permissão de cultos religiosos.

Os shoppings vão poder receber os consumidores novamente

A fase de transição começa no dia 18 de abril e perdura por duas semanas. Na primeira semana, haverá liberação de atividades comerciais, com limite de 25% de ocupação dos espaços.

De 24 a 30 de abril é a segunda semana da fase de transição, com reabertura do setor de serviços, como restaurantes, academias e salões de beleza.

Museus, clubes e parques públicos serão igualmente reabertos, sempre com público limitado a 25% da capacidade.

O momento de retomada das atividades econômicas se dá por conta da desaceleração da pandemia e redução de internações.

“Serão duas semanas de fase de transição para nosso trabalho conjunto com os 645 municípios paulistas”, disse Marco Vinholi, Secretário Estadual de Desenvolvimento Regional.

Será um retorno seguro e gradual, ainda com toque de recolher noturno e teletrabalho, com regra única para todo o território do estado.

Números da pandemia no estado

Com um total de 87 mil óbitos desde o início da pandemia, em fevereiro de 2020, o estado de São Paulo registra hoje queda de índices de ocupação de leitos de UTI.

O estado computa 11.798 pessoas internadas, em queda ante as semanas anteriores. A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 85,3% em todo o estado.

O número de Internações por Covid registra redução de 10% ante a semana anterior. SP tem hoje 465 pacientes novos infectados pelo vírus por 100 mil habitantes, taxa inferior à das últimas semanas.

O número de internações pela doença também registra queda ante as semanas anteriores, com 82 internações para grupo de 100 mil habitantes.

Classificação

Também foi divulgada a classificação das cidades paulistas que mais aplicaram a vacina anti-Covid, por porcentual de distribuição.

O Secretário Marco Vinholi apresentou os dez municípios mais bem avaliados neste ranking. São eles: Santa Cruz da Conceição, Pedrinhas Paulista, Emilianópolis, Mesópolis, Ribeirão dos Índios, Bálsamo, Poloni, Santa Rita d’Oeste, Ouroeste e Florínea.

“Destacamos com este ranking de vacinação o avanço da imunização no estado, com produção de mais de 40 milhões de vacinas pelo Instituto Butantan”.

“Os municípios citados aplicaram 100% das doses recebidas. São ótimos exemplos de vacinação eficaz no estado.  Seguiremos mobilizando os municípios, que têm feito um grande trabalho para imunizar o mais rapidamente possível a população paulista”, afirmou Vinholi.


+ Economia