Empresa que reformará prédio da Câmara inicia trabalho com reunião

  • Joaquim Felix
  • Publicado em 18 de dezembro de 2020 às 13:22
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 12:01
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

A empresa foi escolhida por ter apresentado o menor orçamento para a realização do trabalho

O objetivo da reunião era apresentar as sugestões da equipe e receber o feedback dos parlamentares e servidores da Câmara a fim de deixar o projeto mais em sintonia com as necessidades

O pré-projeto da reforma da Câmara Municipal de Franca foi divulgado pela primeira vez ao presidente da Câmara, o vereador Pastor Palamoni (PSD) e a servidores na tarde de ontem, 17. 

A apresentação ficou a cargo do engenheiro Mateus Abrão, da arquiteta Kamyla Melani e da advogada Fernanda Oliveira. 

Eles fazem parte de uma firma de engenharia contratada pela Câmara para elaborar um projeto que demonstre a viabilidade de se realizar uma reforma de grande escala no prédio da Casa de Leis francana. 

A empresa foi escolhida por ter apresentado o menor orçamento para a realização do trabalho, no valor de R$ 22.900.

O objetivo da reunião era apresentar as sugestões da equipe e receber o feedback dos parlamentares e servidores da Câmara a fim de deixar o projeto mais em sintonia com as necessidades. 

Para evitar alagamentos, um problema frequente enfrentado no prédio, foi recomendado instalar passarelas para evitar danos em calhas durante épocas de manutenção; transferir a entrada do estacionamento dos funcionários para um ponto mais alto; erguer uma mureta de contenção de um metro de altura; e construir reservatórios de contenção provisória da água da chuva. 

Outros aprimoramentos também estão previstos, como melhorias de acessibilidade, segurança e a instalação de juntas de dilatação para evitar fissuras.

A apresentação impressionou os presentes, principalmente Palamoni. Ele forneceu mais informações sobre o prosseguimento do processo: “Ainda não há data prevista [para o início da reforma], mesmo porque, após essa apresentação, a equipe de engenharia irá apresentar ainda, nos próximos meses, detalhadamente o que é necessário e viável fazer. Somente depois disso, será apresentado o projeto final, o que permitirá a abertura da licitação para executar a obra”. 

O próximo encontro da firma com a Câmara ficou marcado para o final do mês que vem. 

Na ocasião, o projeto deverá conter as recomendações expostas pelo presidente e funcionários da Câmara na reunião de ontem.