Formula Chopp

Decreto flexibiliza para supermercados e endurece a feiras, bares e restaurantes

  • Joaquim Felix
  • Publicado em 20 de março de 2021 às 11:00
  • Modificado em 20 de março de 2021 às 11:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Veja o que a pandemia impactou no setor produtivo de Franca

ALTA NO CONSUMO: Supermercados e varejões têm sido alvo de muitas críticas por receber muitas pessoas

O decreto do prefeito que institui medidas emergenciais, de caráter temporário e excepcional, destinadas ao enfrentamento da pandemia de COVID-19 envolve diversas categorias.

Acompanhe as medidas publicadas hoje no decreto municipal 11.217.

A proposta é combater o aumento da taxa de transmissão na região administrativa da DRS – VIII.

Franca luta contra o aumento das internações em leitos de UTI e Enfermaria com picos de lotação tanto em leitos SUS quanto em leitos de hospitais particulares na região da DRS – VIII decorrente do COVID-19.

As normas passam a valer a partir das 00h00 do dia 22 de março de 2021 até às 23h59 do dia 30 de março de 20.

Supermercados

• Atividade permitida, 24h, com limitação de público em 50% da capacidade, e entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.
• Proibido o consumo interno de produtos.

Padarias, Mercearias, Armazéns, Açougues, Peixarias e Hortifrutigranjeiros
• Atividade permitida, de 5h às 20h, com limitação de público em 50% da capacidade, e entrega na casa do comprador (delivery)
por 24h.
• Proibido o consumo interno de produtos.

Restaurantes e Bares
• Proibido atendimento presencial, retirada de produtos no local (take-away) e através da janela (drive-thru).
• Permitida a comercialização por entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

Feiras Livres de qualquer natureza
• Atividade não permitida.

Gás e Água
• Proibido atendimento presencial, retirada de produtos no local (take-away) e através da janela (drive-thru).
• Permitida a comercialização por entrega na casa do comprador (delivery) por 24h.

Hotelaria
• Proibição de funcionamento de restaurantes, bares e áreas comuns dos hotéis. Alimentação permitida somente nos quartos.


+ Cotidiano