Covid-19: quais são os animais mais suscetíveis à infecção pelo coronavírus?

  • Salvador Netto
  • Publicado em 15 de dezembro de 2020 às 18:45
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 11:44
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Depois dos humanos, furões e gatos estão entre os mais suscetíveis à infecção pelo coronavírus

Gato é o animal mais suscetível à infecção pelo novo coronavírus - Foto: Freepik/Jornal da Franca

De acordo com um novo estudo, realizado por investigadores do Centro de Regulação Genômica (CRG) de Barcelona e publicado na revista especializada “PLOS Computational Biology”, furões e gatos estão entre os animais mais suscetíveis à infecção por coronavírus, depois dos humanos.

O estudo também constatou que civetas e cães estão entre os animais com elevada suscetibilidade ao SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19.

De acordo com as descobertas, patos, roedores, porcos e galinhas apresentaram menor ou nenhuma suscetibilidade à infecção em comparação com os humanos.

O diretor do CRG e principal autor do estudo, Luis Serrano, afirma que as descobertas oferecem pistas de por que os visons – que estão intimamente relacionados aos furões – estão serndo infectados pelo coronavírus.

Os investigadores analisaram 10 espécies diferentes. Os primeiros cinco – humanos, gatos, furões, civetas e cães – tinham casos documentados de infecção por Covid-19. 

De acordo com a análise, não houve relatos de infecção nas demais espécies.

Para o estudo, os investigadores utilizaram um modelo de computador para testar como o SARS-CoV-2 usa as suas proteínas para se infiltrar nas células de diferentes animais.

Variantes do receptor ACE2 em humanos, seguidos por furões, gatos, cães e civetas têm a maior capacidade de ligação à proteína do coronavírus, enquanto roedores, galinhas e patos têm uma “energia de ligação pobre”.