Bolsonaro anuncia editais em 2021 com 2 mil vagas na PF e 2 mil vagas na PRF

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 21 de novembro de 2020 às 22:52
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 09:06
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, agora a previsão é de que os editais sejam publicados em 2021.

Cresce a expectativa de abertura dos concursos públicos da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal (Concurso PF e PRF). 

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, agora a previsão é de que os editais sejam publicados em 2021.

“Já está tudo acertado. No ano que vem devemos ter dois concursos: 2 mil vagas para a Polícia Federal e 2 mil vagas para a Polícia Rodoviária Federal, também. E eu tenho dito à equipe econômica que isso é investimento,” disse o presidente em sua live realizada na última quinta-feira, 19.

Para complementar a fala do presidente, o ministro André Mendonça, que também esteve presente na live, ainda menciona um aval para a Polícia Penal com 300 vagas.

“Para a Polícia Penal, o senhor autorizou 300 vagas,” disse o ministro. O presidente Bolsonaro confirmou a autorização. Em seguida, o ministro confirmou que o processo “está caminhando”.

Concurso PF

A PF entende que não será necessário montar uma comissão organizadora, visto que já há um setor próprio para tocar essa demanda, assim que a autorização for publicada no Diário Oficial da União.

Para avançar nos preparativos do concurso, a Polícia Federal aguarda pela autorização do certame. Até o edital, a corporação deverá escolher uma banca organizadora e elaborar um cronograma.

O setor responsável pelo concurso aguarda sinalização da pasta. Após definir o quantitativo exato a ser autorizado com a distribuição das vagas, para avanças nos preparativos.

A corporação, no entanto, ainda não estima uma data de quando receberá essa autorização. 

Mas, está confiante para que isso aconteça bem como está sendo anunciado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro – que anunciou extraoficialmente uma autorização para 2 mil vagas.