​Abicalçados apresenta ações digitais no mercado internacional

  • Joaquim Felix
  • Publicado em 6 de dezembro de 2020 às 10:36
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Além do acesso aos mercados, outro atrativo é o investimento exigido, que é menor

O processo de digitalização do mercado foi acelerado pela pandemia do novo coronavírus e todas as restrições impostas aos encontros físicos (foto: Abicalçados-divulgação)

Com os olhos voltados para o incremento das exportações de calçados neste momento de retomada, a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), por meio do Brazilian Footwear, programa de fomento às exportações do setor mantido em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), promove um webinar para apresentar ações digitais no mercado internacional. Marcado para às 14 horas da próxima terça-feira (8), o evento tem inscrições gratuitas no link https://bit.ly/2Jscn92.

O webinar, que será conduzido pela coordenadora e pela analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Letícia Sperb Masselli e Paola Pontin, irá detalhar todas as 11 ações digitais previstas para 2021. 

“O processo de digitalização do mercado foi acelerado pela pandemia do novo coronavírus e todas as restrições impostas aos encontros físicos. A partir de agora, o chamado ‘novo normal’ não permitirá mais que empresas fiquem fora do ambiente digital”, ressalta Letícia, acrescentando que o objetivo dessas ações do Brazilian Footwear é fomentar as negociações B2B (business to business) por meio da participação de marcas brasileiras em feiras e eventos on-line nos principais mercados para o calçado verde-amarelo. 

“Além do acesso aos mercados, outro atrativo é o investimento exigido, que é menor, já que os eventos on-line não têm custos logísticos comuns aos físicos”, conclui a coordenadora.

Dados da Euromonitor apontam o crescimento da participação do e-commerce no mercado internacional, uma tendência puxada pelos consumidores mas que também tem impacto nos modelos de negócios das empresas.

Principal mercado latino-americano de calçados, no Brasil apenas 1,2% das vendas eram realizadas via e-commerce em 2010. Em 2019, a participação pulou para 13%. Já nos três principais mercados consumidores de calçados do mundo, China, Índia e Estados Unidos, a participação pulou de 0,9%, 1,3% e 7,5% para 29,3%, 9,7% e 22,7% , respectivamente.