Formula Chopp

Tirso Meirelles revela o novo tempo do Sebrae e a estrutura para empreendedores

  • Joao Batista Freitas
  • Publicado em 14 de fevereiro de 2021 às 13:01
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Sebrae orienta empresários para se potencializar futuramente nesse momento de pandemia

A pandemia pegou todos de surpresa – ela nos fez refletir sobre todos os negócios, revela Tirso Meirelles

Este é um novo momento que não só o Brasil, mas o mundo está vivendo. A pandemia trouxe diversas mudanças no sistema de vendas. Com isso, quem não está se modernizando pode ter prejuízos em seus negócios.

O presidente do Sebrae-SP, Tirso Meirelles – em entrevista ao Jornal da Franca – revelou pontos fundamentais para alavancar os negócios e as maneiras de se viver melhor na empresa.

Ele fez um alerta aos pequenos, médios e grandes empreendedores, já que o momento faz que todos reflitam sobre os negócios utilizando as redes sociais.

Os que já se adequaram estão conseguindo sobreviver, enquanto aqueles que insistem em se estabilizar no tempo poderá ter problemas financeiros.

Acompanhe a entrevista exclusiva do presidente do Sebrae-SP

Jornal da Franca: Como presidente do Sebrae você tem tratado o apoio aos empreendedores durante essa pandemia?

Tirso Meirelles: Agradeço ao Jornal da Franca pela oportunidade, já que tem dado toda atenção a Regional de Franca, cujo trabalho é realizado por Vinícius Agostinho da Nóbrega.  Sou francano e digo o que temos feito. A pandemia pegou todos de surpresa. Ela nos fez refletir sobre todos os negócios – que geram a economia do Estado de São Paulo e, o país como um todo. Observo que todos precisam de se reciclar. O cliente muda, o lojista muda, enfim todos mudam. E é preciso estar atento às mudanças. E por tudo isso, o Sebrae desenvolveu uma plataforma on-line para todos os dias  24 hs por dia ,no ano inteiro aos interessados. E dependendo da necessidade do empresário (pequeno, médio ou grande) pode receber a ajuda necessária através de nossos colaboradores. São mais de 200 cursos on-line gratuito. Na região de Franca, por exemplo, o telefone disponível (whatsapp  é o 16 3111 9906 – ou www.sebrae.sp.com.br).e 08005700800. Estamos hoje nos transformando cada vez mais on-line. E esse processo para o virtual é uma via de mão única…

Jornal da Franca: Você acredita que haverá uma transformação de vendas?

Tirso Meirelles: Mesmo com todos os acontecimentos durante a pandemia, a circulação viral tende-se a reduzir. E com isso, na reabertura da economia total (o que acredito não voltará tão cedo), cerca de 50% das vendas serão on-line e o restante será on-line e terminará na loja física. Essa mudança é grande e o micro, pequeno empreendedor precisará da agilidade. Bares e restaurantes foram penalizados em 2020 e, como eles em épocas atrás (mesmo com o Sebrae informando) não tinham o atendimento delivery sofreram na pandemia. Mas, agora eles sabem da necessidade e esses custos estão diminuindo com a aquisição de plataformas para todos os segmentos (farmácias, restaurantes, lanchonetes, pastelarias, pizzarias, lojas de roupas entre outras). O Sebrae está desenvolvendo ações junto a startups para que possa disponibilizar todas as ferramentas possíveis a diversos segmentos. No ano passado em conversa com as lideranças empresariais de Franca conseguimos sair das vendas BtoBe para BtoC. Foi feito uma plataforma direcionada, trazendo uma modernidade grande, e com muitas vendas, nesse caso vendemos os estoques que estavam parados.

Vinicius da Nóbrega, Sebrae Franca, e o presidente do Sebrae-SP, Tirso Meirelles

Jornal da Franca: Como fica o emprego nessa altura. O que o Sebrae está fazendo para que muitos buscam seu próprio trabalho?

Tirso Meirelles: Essa é uma das maiores preocupações e fundamental. A empresa é importante tanto para a arrecadação de impostos e a sociedade. Ao criar condições no sentido de dar o alicerce às empresas existentes um caminho de mercado (o Sebrae tem várias alternativas), fortalece toda a cadeia produtiva. Cada um tem a vocação e para cada um existe um apoio diferenciado. E a partir do treinamento/ crédito orientado/ oferecido pelo Sebrae é possível captar recursos junto ao Banco do Povo e outras instituições. E ao abrir o pequeno negócio o empresário recebe toda atenção e impulsionamento na atividade exercida.

Jornal da Franca: O que o Sebrae Franca oferece de cursos?

Tirso Meirelles: Franca tem uma tradição. Além do calçado é importante falar de pedras preciosas. Porém, precisamos lapidar tendências positivas. Cito como exemplo o calçado. Estamos trabalhando na certificação de origem (que o calçado produzido aqui é de qualidade); também os arranjos produtivos (da indústria de componentes); e um diagnóstico de desenvolvimento local e regional (potenciais como compras públicas, oferecer gestão ao setor público para maior eficiência na administração, o turismo regional. E com todas as ferramentas o escritório tem trabalhado com as prefeituras. Além disso, o ALE – Agente Local de Inovação – para que possa trabalhar no processo de desenvolvimento. Além disso, que está nessa plataforma é possível oferecer mais de 500 vagas. Exige qualificações para que esteja integrado. E o E-Commerce precisa existir, pois sem ele não há como competir no mercado, já que ele é muito competitivo.

Jornal da Franca: E para 2021 qual é a sua expectativa?

Tirso Meirelles: Em 2020 foi muito difícil. Porém, tiramos muitas experiências. Isso irá nos fortalecer. Em 2021 será muito promissor e desafiador para que possamos superar todos os desafios. Precisamos acompanhar as oportunidades que estão surgindo é estar atentos às inovações tecnológicas para aproveitá-las de forma inerentes, principalmente o agronegócio e indústria. Vamos trabalhar para tirar pessoas da informalidade e colocá-los com grande influência na formalidade.


+ Cotidiano