Formula Chopp

Seguro-desemprego será pago em conta poupança digital a partir desta terça, 20

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 20 de abril de 2021 às 16:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Caixa vai criar conta poupança digital para pagamento do seguro-desemprego para cidadãos que não indicarem ou não possuírem poupança

Caixa vai criar automaticamente conta digital para quem não indicar no requerimento ou não tiver poupança

 

Cidadãos que não indicarem conta no requerimento de pagamento do seguro-desemprego e não possuírem outro tipo de poupança na Caixa passam, a partir desta terça-feira, 20, a receber o benefício por meio da conta poupança social digital.

As contas digitais serão abertas automaticamente e de forma gratuita pela Caixa, sem a necessidade de apresentação de documentos e comparecimento à agência. A movimentação será pelo aplicativo Caixa Tem.

“Para quem já tem outro tipo de conta na Caixa, os créditos serão realizados nas contas existentes e os valores poderão ser movimentados com a utilização do cartão da conta ou ainda pelo Internet Banking ou pelo aplicativo do banco”.

“Nos casos em que o valor do Seguro-Desemprego não possa ser creditado em conta existente ou em conta poupança social digital, o trabalhador poderá realizar o saque com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui, além das agências”, explicou a instituição financeira.

Seguro-desemprego

O seguro-desemprego é um benefício que oferece auxílio em dinheiro por um período determinado aos trabalhadores.

Ele é pago de três a cinco parcelas, de forma contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado, e tem a finalidade de garantir assistência financeira temporária ao trabalhador dispensado involuntariamente (sem justa causa).

A Caixa atua como agente pagador do benefício, cujos recursos são custeados pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O valor do seguro-desemprego considera a média dos salários dos últimos 3 meses anteriores à dispensa.

Para o pescador artesanal, empregado doméstico e o trabalhador resgatado, o valor é de um salário mínimo.

Tem direito ao seguro-desemprego:

• Trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta

• Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador

• Pescador profissional durante o período do defeso

• Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

*Informações Agência Brasil


+ Cotidiano