Espirro, coceira e tosse? Quadro pode ser “síndrome da árvore de Natal”

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 8 de dezembro de 2020 às 22:26
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 10:55
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Especialista explica o que é o quadro e como evitar que ele arruíne o período mais festivo do ano

Desde que teve início a pandemia de coronavírus, muita gente começou a prestar atenção em sintomas como tosse seca e sensibilidade alterada no nariz. 

Além de ligarem o sinal de alerta para a Covid-19, esses são, também, sinais de que você pode estar sofrendo com a “síndrome da árvore de Natal”.

Espirros, chiado no peito, coceira nos olhos e até erupções cutâneas desde o início de dezembro, ou a partir do dia em que a casa foi decorada para a época mais festiva do ano, devem ser monitorados de perto.

“É surpreendentemente comum sentir esses sintomas ao redor da árvore de Natal”, disse o especialista em alérgenos transportados pelo ar Max Wiseberg em entrevista à revista Glamour britânica. 

“Esses espirros sazonais podem ser uma reação a uma variedade de substâncias transportadas pelo ar que se alojam nos galhos dos pinheiros”, exemplificou.

Recentemente, um estudo da universidade americana Upstate Medical University descobriu que as árvores de Natal podem abrigar 53 tipos diferentes de fungos. 

“Todos esses alérgenos combinados podem fornecer um gatilho poderoso para aqueles que são sensíveis. Mesmo as árvores artificiais podem abrigar poeira, e desencadear uma reação”, emendou.

Para evitar, ele sugere lavar bem as árvores naturais antes de colocá-las dentro de casa. 

As artificiais também precisam ser limpas antes de ocuparem a sala de estar, de preferência com produto bactericida.

“Coloque sua árvore o mais tarde possível para ajudar a minimizar o risco de exposição ao mofo”, complementa o especialista. 

Além disso, ele também aconselha usar um purificador de ar para ajudar a tirar as partículas de mofo da superfície.

*Informações Metrópoles