Covid-19: escolas e cursos livres são orientadas pela Prefeitura de Franca

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 12 de janeiro de 2021 às 14:44
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Alexandre Ferreira se reuniu com representantes de escolas e cursos para orientar sobre os protocolos sanitários na pandemia

Prefeito de Franca em reunião com escolasPrefeito de Franca em reunião com escolas

Uma reunião realizada na tarde da última segunda-feira, 11, no auditório do CEFAP (Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional), teve o objetivo de orientar sobre os protocolos sanitários que devem ser cumpridos diante da situação de pandemia.

Participaram do encontro escolas de educação complementar, como idiomas, artes, informática, dança, gastronomia, atividades esportivas, dentre outras, no qual foram oferecidos treinamentos e orientações para que as mesmas possam desenvolver suas atividades com qualidade e segurança para os seus alunos e funcionários.

Participaram do encontro, o vice-prefeito, Éverton de Paula, os secretários de Saúde e Educação, Lucas Souza e Márcia Gatti, respectivamente, Homero Rosa Jr, médico da Vigilância Epidemiólogica e os servidores Fernanda Pini e Cléber Benedito, da Vigilância Sanitária.

O prefeito Alexandre Ferreira fez a abertura da reunião, destacando a importância do comprometimento e a participação de todas as pessoas neste momento tão delicado, visando a redução da transmissão da doença, queda no número de novos casos e consequentemente, a diminuição da demanda por hospitais.

“Precisamos da união de todos nesta causa para garantir que a cidade permaneça economicamente ativa, sem passar pela fase vermelha”, destacou o prefeito.

Ferreira comentou que as instituições regulares, sejam de ensino, industrial, comercial ou de serviços estão cumprindo o seu papel, mas lamentou o fato de bares, casas de eventos e festas clandestinas, que não estão cumprindo os protocolos sanitários, favorecendo o aumento de casos da doença.

O prefeito declarou que os estabelecimentos e pessoas que descumprirem as medidas e as normas de saúde serão fiscalizados e poderão sofrer multas e sanções pelo descumprimento.

“Nós precisamos da ajuda de todos contra a Covid. A intenção é reunir todos os segmentos da sociedade, de modo que tenhamos segurança para desenvolver as nossas ações”, disse o chefe do Executivo.

Dentre as principais medidas recomendadas pelas autoridades de saúde aos participantes do encontro estão a utilização obrigatória de máscaras e álcool gel, distanciamento de dois metros entre as pessoas, com demarcação no piso, organização dos horários de entrada e saída, bem como dos intervalos, evitando aglomeração, ambientes arejados e ventilados, a higienização dos prédios e salas de aula, além do monitoramento constante dos alunos e funcionários, com aferição de temperatura a cada novo acesso aos locais, dentre outros. (atualizado)