Cansaço com a pandemia? Especialistas dão dicas para diminuir o estresse nessa fase

  • Salvador Netto
  • Publicado em 23 de janeiro de 2021 às 22:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

As preocupações causadas pela pandemia causam sensação de sobrecarga e cansaço mental, podendo gerar também quadros de ansiedade e depressão

Entre as recomendações, buscar se exercitar, mas respeitando as normas de segurança Foto: Freepik/Jornal da Franca

 

A pandemia da Covid-19 não tem afetado apenas a saúde física das pessoas — provocando internações em UTIs e mortes — mas também impactado a saúde mental.

De acordo com uma pesquisa feita pela Mercer Marsh, empresa de consultoria corporativa e registrada pelo jornal Extra, havia cerca de 2,2 milhões de trabalhadores brasileiros que buscavam tratamento para saúde mental.

No entanto, durante a pandemia, este número saltou para 8,1 milhões. Isto mostra a necessidade de novas formas de aprender a lidar com o estresse e o cansaço mental gerado pela crise do coronavírus.

Conforme Dulce Pereira de Brito, coordenadora médica de Saúde Populacional do Hospital Einstein, já era esperada uma avalanche de transtornos relacionados à saúde mental durante e após a pandemia de Covid-19.

“O contágio emocional (medo de pegar e das consequências da doença) é muito maior do que a transmissão do próprio vírus”, afirma Dulce.

A médica explica que os impactos negativos da pandemia podem ser divididos em quatro ondas diferentes: a primeira, está relacionada ao adoecimento das pessoas causado pelo coronavírus, o que deixou sequelas e muitas mortes.

A segunda, está ligada às pessoas que necessitam de atendimento de urgência que não seja de Covid-19, mas que não conseguem porque os hospitais estão lotados.

A terceira, refere-se aos pacientes acometidos por doenças crônicas com tratamento interrompido por causa da pandemia; a quarta onda é justamente o aumento de transtornos mentais.

Enquanto as três primeiras ondas têm um pico e começam a diminuir de acordo com a evolução da pandemia, a onda referente à saúde mental só tende a crescer, afirma a especialista.

As preocupações causadas pela pandemia causam sensação de sobrecarga e cansaço mental, podendo gerar também quadros de ansiedade e depressão.

O psiquiatra Luiz Zoldan lista alguns sinais de alerta:

“É preciso ficar atento a mudanças de comportamento, como vontade de não falar com ninguém, irritabilidade fácil”.


+ Saúde