Brasil registra 2.741 mortes por Covid-19 e 43.079 casos confirmados

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 21 de abril de 2020 às 18:12
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 20:38
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ministério da Saúde: 2.741 óbitos e 43.079 pessoas com diagnóstico positivo de infecção pelo coronavírus

O Brasil registra nesta terça-feira (21) um total de 2.741 mortes decorrentes da Covid-19, informou o Ministério da Saúde, que contabilizou 166 novos óbitos nas últimas 24 horas. 

O número de casos confirmados chegou a 43.079. Ontem, eram 40.581.

O estado de São Paulo registra 1.093 mortes e 15.385 casos confirmados de Covid-19, de acordo com balanço divulgado pelo governo nesta terça-feira (21). Há 97 cidades com pelo menos uma vítima fatal doença.

Cerca de 6 mil pacientes, suspeitos e confirmados, estão internados em UTI e enfermarias de hospitais em todo o estado.

Entre as vítimas fatais, 642 são homens e 451, mulheres. As mortes continuam concentradas em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 77,8%.

A taxa de mortalidade é maior entre pacientes de 70 a 79 anos (284 do total), seguida pelos de 60 a 69 anos (243) e de 80 a 99 (234).

Também faleceram 90 pessoas com mais de 90 anos. Fora desse grupo de idosos, há também alta mortalidade entre pessoas de 50 a 59 anos (130 do total), seguida pelas faixas de 40 a 49 (65), 30 a 39 (36), 20 a 29 (8) e 10 a 19 (3).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (61,5% dos óbitos), diabetes mellitus (42,9%), pneumopatia (14,2%), doença neurológica (11,7%) e doença renal (10,8%). 

Outros fatores de risco – identificados em 928 das vítimas fatais, ou 84,9% do total -, são imunodepressão, obesidade, asma e doenças hematológica e doença hepática. 

Veja o número de casos e mortes por unidade da federação:

São Paulo: 15.385 casos (1.093 óbitos)
Rio de Janeiro: 5.385 casos (461 óbitos)
Ceará: 3.716 casos (215 óbitos)
Pernambuco: 2.908 casos (260 casos)
Amazonas: 2.270 casos (193 óbitos)
Bahia: 1.489 casos (47 óbitos)
Maranhão: 1.396 casos (60 óbitos)
Minas Gerais: 1.230 casos (44 óbitos)
Espírito Santo: 1.212 (34 óbitos)
Santa Catarina: 1.063 casos (35 óbitos)
Pará: 1.026 casos (38 óbitos)
Paraná: 1.024 casos (51 óbitos)
Rio Grande do Sul: 904 casos (35 óbitos)
Distrito Federal: 881 casos (24 óbitos)
Rio Grande do Norte: 608 casos (28 óbitos)
Amapá: 457 casos (13  óbitos)
Goiás: 421 casos (19 óbitos)
Paraíba: 263 casos (33 óbitos)
Roraima: 247 casos (3 óbitos)
Alagoas: 210 casos (19 óbitos)
Rondônia: 199 casos (4 óbitos)
Acre: 195 casos (8 óbitos)
Piauí: 186 casos (14 óbitos)
Mato Grosso: 181 casos (6 óbitos)
Mato Grosso do Sul: 173 casos (6 óbitos)
Sergipe: 92 casos (5 óbitos)
Tocantins: 37 casos (1 óbito)