UBSs de Franca passam a exigir CPF das crianças para atendimento

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 10 de janeiro de 2020 às 23:08
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 20:14
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

No caso de não possuir o CPF, o cadastro poderá ser feito com o CPF da mãe para não prejudicar o atendimento

Em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) de Franca passa a ser obrigatória a apresentação do CPF da criança para receber o atendimento. 

A medida foi aprovada, no ano passado, pelo Ministério da Saúde e passará a exigir de todos os pacientes infantis que frequentarem as Unidades Básicas.

O Sistema Cross (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde), publicou em seu site uma nota sobre a medida, explicando que tem o intuito de evitar problemas com duplicidade de nomes, roubo de identidade e para facilitar os cadastros na hora de realizar os encaminhamentos para o AME.

As Unidades Básicas de Saúde da cidade foram avisadas com cerca de dois meses de antecedência que o sistema iria começar a solicitar o CPF das crianças, para assim poderem informar os cidadãos. 

No caso da criança ainda não possuir o número do CPF, o cadastro poderá ser feito com o CPF da mãe para não prejudicar o atendimento. Depois, será dado um prazo de 90 dias para que seja regularizada a situação da criança.