Saiba o que a maneira de dar as mãos revela sobre o seu relacionamento

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 15 de dezembro de 2020 às 00:23
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 11:40
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

O ato de dar as mãos pode dizer muito sobre o nosso estado e emoções em relação ao par

Uma palma sobre a outra, os dedos entrelaçados, uma carícia descompromissada… 

O ato de dar as mãos pode dizer muito sobre o nosso estado e emoções em relação ao par. 

Mesmo que nada seja verbalizado, a linguagem corporal entrega muito dos nossos pensamentos por meio dos gestos.

Sendo assim, observar a forma com que nos posicionamos diante do(a) parceiro(a) pode indicar como anda a troca de energia – seja crush, ficante, namorado(a) ou marido/esposa. 

Descubra a real interpretação por trás dos diferentes tipos de “mãos dadas” agora mesmo; lembrando-se sempre de que um relacionamento é formado por um conjunto de fatores!

Conheça os diferentes significados de dar as mãos

Dedos entrelaçados

Dar as mãos desse jeito pode significar forte paixão ou ligação profunda entre o par. A firmeza das mãos entrelaçadas pode demonstrar o medo de perder um ao outro. Cumplicidade, confiança e felicidade estão presentes na relação.

Palmas voltadas para baixo ou para cima

Embora não pareça, dar as mãos dessa forma pode demonstrar que a sua união possui carinho, mas ainda não evoluiu para o amor. Há chance de existir uma relação de dominância entre os envolvidos. 

Quem está com a palma para baixo, por exemplo, costuma transparecer maior controle, ou que detém algum poder sobre o que está com a palma virada para cima.

Braços dados​

Você provavelmente deve ficar nessa posição com o seu par quando estão passeando por algum local, como shopping, parque ou até na calçada. Quem se prende ao braço busca proteção ou, em alguns casos, está inseguro com a relação.

Segurando os dedos e levemente puxando as mãos​​

Essa maneira demonstra que o casal pode não estar na mesma sintonia. Alguém ou ambos não estão satisfeitos com a relação. 

Aquele que puxa a mão levemente quer que o outro tome atitudes; ou as tomará. Já quem fica com o braço pendente revela que está cansado da rotina.

Segurando com os dedos​​

Costuma andar segurando apenas os dedos do(a) parceiro(a)? Isso significa que você gosta de manter uma certa independência. O bom é que ambos prezam pelos seus espaços e individualidade. 

Dependendo da situação, também pode indicar momento conflituoso, mas em que há uma tentativa de conciliação.

Mãos atrás do corpo

Essa posição é ambígua. Ao invés de dar as mãos, colocá-las nas costas do(a) parceiro(a) pode indicar intimidade, carinho e amor. Afinal, esse é um ponto cego e delicado. 

E, pelo mesmo motivo, também pode simbolizar que um tem maior poder de decisão do que o outro dentro da relação.

Mãos cerradas​

Pessoas que costumam andar com as mãos fechadas estão com conflitos internos ou podem não estar satisfeitas com a relação. Inflexibilidade, irritabilidade e desconforto são características predominantes. 

Há uma competição ou assuntos inacabados que podem refletir nesse comportamento.

Sem dar as mãos​

Se é comum que você e seu par não queiram dar as mãos, ou até mesmo não façam qualquer gesto de carinho e aproximação, talvez a relação já não esteja das melhores. 

Mas, caso o relacionamento seja novo, também pode ser um sinal de timidez ou busca por caminhar aos poucos antes de decidir se entregar totalmente.

*Informações Alto Astral