Prazo para aderir à campanha de destinação do IR termina nesta segunda, 28

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 27 de dezembro de 2020 às 21:51
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Em Franca, campanha de incentivo à destinação do IR às entidades assistenciais locais termina nesta 2ª

Autoridades locais, lideranças das entidades de assistência e categorias de classe se mobilizaram em torno da campanha dos Conselhos da Criança e Adolescente e dos Idosos, buscando incentivar à destinação de parte do Imposto de Renda para as entidades. 

Para fazer isso, o prazo limite se encerra nesta segunda-feira, dia 28.

A pessoa, optando em destinar, deve escolher a instituição, o valor, imprimir o boleto e recolher na rede bancária. 

Com esse comprovante poderá fazer a dedução no momento em que for declarar o IR em abril do ano que vem, até o percentual de 6% do montante a ser pago.

Junto com os Conselhos Municipais da Criança e dos Idosos, estão envolvidos nesse esforço de sensibilização o Juizado Especial da Infância e Adolescência, da Justiça do Trabalho de Franca, a Promotoria da Justiça da Infância e Juventude, Receita Federal, Ação Social da Prefeitura, Acif e também a Associação dos Contabilistas da cidade. 

O slogan criado em anos anteriores segue o mesmo: “Você Ajuda, Mas Quem Paga é o Leão!” . 

Os agentes à frente dessa divulgação observam que Franca tem possibilidade de triplicar suas receitas sem que ninguém tire dinheiro do bolso, apenar fazendo a destinação e tendo o ressarcimento depois.

Existem dois canais de fácil acesso, onde o contribuinte pode tirar suas dúvidas e também imprimir o boleto: www.franca.sp.gov.br, no ícone Conselhos ou em www.seufuturo.org.br. 

Até o dia 28 próximo todo contribuinte pessoa física que declare o Imposto de Renda, desde que apresentando a Declaração no Modelo completo, pode destinar até 6% para os Fundos dos Conselhos mencionados.

Esse recurso, ao contrário de ir para a Receita em Brasília, conforme o depósito e a escolha do contribuinte, fica na cidade, vinculado a entidade escolhida e será aplicado em aquisição de equipamentos, reformas, ampliações, enfim, em projetos que possibilitem melhorar a qualidade de vida e a assistência tanto para as crianças quando para as pessoas idosas.