MAIS SOBRE A MÚSICA

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 16 de maio de 2017 às 09:23
  • Modificado em 29 de outubro de 2020 às 23:57
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

TOCA RAUL !


Ó, eu conheci o Raul. Foi na discoteca da Rádio Globo AM.

Na década de 70 cantei lá pelas bandas de São Paulo, em diversas bandas, que eram então denominadas conjuntos. Nos intervalos das minhas incontáveis atividades, eu percorria corredores de gravadoras e emissoras de rádio e TV, o que me possibilitou contatos inesquecíveis. Um desses encontros, conforme dito acima, aconteceu na discoteca da Rádio Globo com um camarada magrelo e “esquisito” pro meu gosto, que já havia “estourado” com “Ouro de Tolo” e que eu tocara muito na saudosa B-5 AM, na também saudosa Piratininga (depois Difusora) e na Imperador, aqui em Franca. Era o Raul. Depois do “muito prazer…já toquei seu disco.. etc..etc…”, um abraço e cada um pro seu canto…

Mas o que eu quero comentar é que “Maluco Beleza” não é do Raul com o Paulo Coelho, como muitos pensam (e defendem).

Durante certo tempo, depois da fase Raulzito, o parceiro Paulo Coelho era figura obrigatória nos hits de Raul Seixas. De 1973 a 1976, pra sermos mais exatos, período em que foram escritas obras imortais, como “As Minas do Rei Salomão”, “A Hora Do Trem Passar”, “Rockixe”, “Cachorro Urubu”, “Gîta”, “Medo Da Chuva”, “Sociedade Alternativa”, “Tente Outra Vez”, “A Maçã”, “Há Dez Mil Anos Atrás” e outras.

Terminada a parceria, no ano de 1977 surge em cena um novo companheiro de criações, Cláudio Roberto. Letrista, cantor e professor de ginástica, antigo vizinho que tinha 15 anos de idade quando conheceu Raul , acabaria por tornar-se seu parceiro mais longevo. Contribuiu nos discos “O Dia Em Que a Terra Parou”(1977), “Mata Virgem” (1978), “Abre-te Sésamo” (1980), “Raul Seixas” (1983), “Metrô Linha 7-4-3” (1984), “Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum !”(1987) e “A Pedra Do Gênese” (1988). “Rock Das Aranhas”,

Mas Cláudio Roberto escreveu seu nome na história da música brasileira ao co-assinar “Maluco Beleza”, de 77, sucesso responsável pelo apelido que acompanharia Raul para sempre.

Esclarecido ?

Então, toca Raul !!!

Fontes : Internet e “A Canção No Tempo” – Jairo Severiano/Zuza Homem de Mello

Foto: Liga Entretenimento/Divulgação

3 CURTAS SOBRE A MÚSICA

1. Fábio Jr. apareceu cantando nos anos 60, no programa Mini Guarda, na TV Bandeirantes, apresentado pelo então ídolo mirim Ed Carlos, afilhado de Roberto Carlos. Fábio liderava o grupo “Os Namorados”. Mais tarde, mesmo fazendo sucesso nacional com seu nome artístico consagrado, chegou a gravar em inglês sob o pseudônimo de Mark Davis.

2. “Frevo Mulher”, um dos grandes sucessos de Zé Ramalho, foi composto num quarto do Hotel Plaza, no Rio de Janeiro, na noite em que o autor iniciava seu romance com a cantora Amelinha.

3. “You’ve Lost That Lovin’ Feeling”, escrita em 1964 por Barry Mann e Cynthia Well e gravada pelo grupo “The Righteous Brothers” em 1965,foi também tema do filme “Top Gun”alguns anos depois. Essa canção foi gravada por mais de 2.200 artistas ao redor do mundo e é considerada a música mais tocada na história do rádio.


Fontes : “A Canção no Tempo”, de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello e

                 Revista “Música”      

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto – SP : Sábado às 11h e  domingo às 12h.

ponto1000.com – Ribeirão Preto – SP : segunda a sexta  07 e 22h.

                                                                  sábado  07, 10 e 22h.

                                                                  domingo  07, 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : quinta, sexta e sábado 18 h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 19 h (Brasília).    

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app (16) 9 8192-6052 e e-mail [email protected]

*Esta coluna é semanal e atualizada aos domingos.