Como motivar as pessoas a colaborar no combate à pandemia – aprenda e espalhe!

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 5 de fevereiro de 2021 às 11:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Uma resposta eficaz a uma pandemia como a da covid-19 só terá sucesso se as pessoas voluntariamente seguirem as regras e diretrizes indicadas pelas autoridades e pelos especialistas

Colaboração da população no combate à pandemia é fundamentalColaboração da população no combate à pandemia é fundamental

 

Uma resposta eficaz a uma pandemia como a da covid-19 só terá sucesso se as pessoas voluntariamente seguirem as regras e diretrizes indicadas pelas autoridades e pelos especialistas.

Assim, obter a colaboração da população é essencial.

E, para isso, é preciso uma boa comunicação, que o público possa não apenas entender, mas também abraçar e adotar em seu dia a dia.

Para auxiliar nesse processo, quatro pesquisadores da teoria da autodeterminação revisaram todas as pesquisas existentes sobre o assunto – a comunicação com a população sobre medidas de saúde.

O resultado assumiu a forma de 13 princípios de comunicação para que as autoridades e especialistas consigam a colaboração da população no combate à pandemia.

“Diferentes países têm diferentes pontos fortes e fracos no que diz respeito à sua forma de comunicação. Esta lista de verificação pode ajudá-los a identificar áreas de melhorias para aumentar a motivação do público para se adequar [às medidas],” disse o professor Frank Martela, da Universidade Aalto (Finlândia).

Como obter colaboração da população

Técnicas de comunicação de apoio à autonomia

– Forneça uma justificativa significativa
– Sempre explique as razões e justificativas para as várias regras e diretrizes.
– Trate as pessoas como agentes responsáveis
– Trate as pessoas como agentes ativos que podem tomar decisões responsáveis e informadas. Enfatize que suas escolhas fazem a diferença.
– Use uma linguagem não controladora e informativa
– Use uma linguagem informativa e sem julgamentos, que transmita liberdade de escolha e colaboração. Evite usar uma linguagem que transmita tentativa de pressão e controle.
– Apele para as aspirações, objetivos e valores das pessoas
– Apoie os comportamentos desejados conectando-os com o que é importante para as pessoas.

Técnicas de comunicação de apoio à competência

– Forneça instruções concretas, expectativas claras e formule metas coletivas a serem alcançadas
– Ofereça às pessoas uma orientação clara sobre qual comportamento é necessário, dê instruções concretas sobre como esse comportamento é alcançado e objetivos específicos a serem alcançados.
– Forneça feedback construtivo, claro e relevante sobre o sucesso com que as pessoas aderiram às medidas
– Forneça feedback relevante, ajustado à situação e oportuno sobre como as pessoas estão indo e como seus esforços estão progredindo.
– Aborde os principais obstáculos à mudança
– Identifique quais são as barreiras prováveis que as pessoas poderão encontrar para mudar o comportamento e forneça instruções sobre como superá-las.

Técnicas de comunicação de apoio ao relacionamento

– Reconheça as perspectivas, sentimentos e conflitos potenciais das pessoas
– Demonstre que você reconhece as barreiras e obstáculos que as pessoas podem ter para se engajar em comportamentos importantes, transmitindo empatia a elas.
– Enfatize e facilite o reconhecimento de que todos estão juntos e compartilham um destino comum
– Construa um senso de identidade compartilhada e de destino comum entre as pessoas afetadas pela crise.
– Construa confiança por meio de uma comunicação transparente e aberta
– Comunique o que é conhecido – e também o que não é conhecido – de forma oportuna e transparente para o público.
– Identifique mensageiros confiáveis para mediar as diretrizes para vários grupos
– Use pessoas que possam legitimar a mensagem e levá-la de maneira confiável a vários grupos e comunidades.
– Apele para a vontade natural das pessoas de se ajudarem
– A disposição de ajudar outras pessoas pode ser uma motivação poderosa.

*Informações Diário da Saúde