Polêmica sobre a microencefalia

  • mmargoliner
  • Publicado em 6 de janeiro de 2016 às 18:10
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

​Recentemente surgiu uma polêmica sobre os casos de microcefalia no nordeste, relacionando o fato com um suposto lote vencido de vacinas tríplice (sarampo, rubéola e caxumba) que teria sido aplicada em gestantes.

Isso é um boato de internet e de grupos de whatzapp seguindo a onda de compartilhar noticias sem checar a veracidade da informação.

Primeiro – gestante não toma vacina tríplice porque está contra-indicada ( por conter o vírus atenuado de rubéola.)

Segundo – Vacinas vencidas ( SE fossem utilizadas por engano) não causam nenhum dano neurológico; apenas perdem a eficacia e não imunizam contra a doença em questão.

Diante de tal polêmica o Ministério da Saúde emitiu uma nota :

“O Ministério da Saúde esclarece que todas as vacinas ofertadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) são seguras e não há nenhuma evidência de que possam causar microcefalia. As vacinas são fundamentais para proteger o bebê contra doenças graves. Nenhuma das vacinas administradas durante a gestação contém vírus ou outros agentes vivos.”