Formula Chopp

Jornalista manifesta temor de que as medidas de restrição ao Covid sejam para sempre

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 14 de junho de 2021 às 18:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Aliás Franca vive uma expectativa sobre o comportamento das pessoas e o registro de casos, porque houve um intenso movimento após o fim do lockdown.

Jornalista escreve nas entrelinhas que a liberação ou restrição não são baseadas exclusivamente em análises de saúde pública

O jornalista inglês Tim Stanley, que escreve no The Telegraph, publicou um artigo intitulado “Na Grã-Bretanha orwelliana, o confinamento é perpétuo e a doença é saúde”.

Segundo ele, há um espectro que assombra a Grã-Bretanha: o bloqueio permanente. 

Ele menciona a expectativa da chegada do dia 21 de junho, quando o governo inglês vai decidir se acaba com ou adia as restrições com o fundamento de que os casos e as hospitalizações estão aumentando.

Com capacidade de análise, ele diz que toda reabertura quase inevitavelmente provoca um pico de casos.

Inclusive Franca

Foi o que se verificou em vários lugares do mundo, inclusive em Franca.

Aliás Franca vive uma expectativa sobre o comportamento das pessoas e o registro de casos, porque houve um intenso movimento nas ruas e estabelecimentos após o fim do lockdown.

O jornalista Tim Stanley escreve nas entrelinhas que a liberação ou restrição não são baseadas exclusivamente em análises de saúde pública, mas uma decisão moldada por desenvolvimentos políticos.

Essa é a mesma queda de braço que vigora no Brasil com pelo menos duas correntes e nenhuma tese intermediária: restringir até controlar totalmente a pandemia ou pensar na economia e promover flexibilização que pode manter a transmissão da doença.

Imunidade de rebanho

Enquanto alguns acreditam e esperam a imunidade do rebanho, outros insistem na vacina que vai imunizar praticamente toda a população.

Que cada um faça sua análise e estabeleça seu diagnóstico.


+ Comportamento