Essa foto será vendida em leilão por R$ 5 milhões, no lance mínimo. Saiba por que

  • Joao Batista Freitas
  • Publicado em 26 de junho de 2021 às 21:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

A ‘Bicicleta de Pelé’, de Alberto Ferreira, é eternizada em tecnologia NFT. Objetivo é que maior parte da renda do leilão dê auxílio a pessoas carentes na cidade natal do fotógrafo

Os dos mais bonitos lances da carreira de Pelé, a bicicleta perfeita que não foi gol

Mesmo longe dos gramados, Pelé pode se tornar símbolo de um novo recorde. O registro em tecnologia NFT do momento no qual o fotógrafo Alberto Ferreira capturou a “Bicicleta de Pelé” na goleada por 5 a 0 do Brasil sobre a Bélgica, em 1965, entrará em breve em leilão, com lance mínimo estimado em US$ 1 milhão.

Alberto Ferreira foi o fotógrafo mais premiado do Brasil. O registro desta bicicleta era um orgulho para ele e já fazia parte do mercado de arte há muitos anos.

Mas com a novidade da tecnologia NFT (tokens não fungíveis), uma empresa chamada AZ Token’s entrou em contato com a família.

O filho de Alberto deu permissão para este tipo de tecnologia, dos tokens, utilizá-la.

Diferença de preço

Uma imagem de Cristiano Ronaldo já foi vendida anteriormente a US$ 290 mil. Quanto valeria uma imagem do Pelé?

“Duas casas de leilão me procuraram para fazer o acordo. O lance mínimo é de US$ 1 milhão, mas acreditamos que podemos alcançar um valor mais alto”, afirmou Carlos Ferreira, filho de Alberto Ferreira, que já tem um investimento em vista.

“A maior parte do valor arrecado irá para a Fundação Alberto Ferreira, que fica em Alagoa Grande, cidade natal do meu pai”, disse.

A ideia é permitir que as crianças do brejo paraibano tenham futuro de acordo com suas habilidades e potenciais. “O mais importante é reverter para o bem isso tudo, e deixar registrado o trabalho do meu pai”, complementou.

A história em torno da foto

Em 2 de junho de 1965, a Seleção Brasileira encarou a Bélgica no Maracanã. Munido de sua câmera Leika, Alberto Ferreira ficou atrás de uma das metas e foi tirando as fotos. Até Pelé saltar e a imagem de sua tentativa de bicicleta entrar para a posteridade.

Há uma curiosidade em torno desta foto em torno do desfecho da jogada.

É uma foto que teve impacto, foi utilizado de diversas formas, mas o Pelé não fez o gol!

Flávio, que era o centro avante da Seleção Brasileira naquele jogo, foi tentar matar a bola no peito, mas a bola saiu do seu controle e sobrou de jeito para Pelé fazer a bicicleta.

Goleada

E olha que a Seleção fez um grande jogo naquele dia. Foi uma goleada por 5 a 0, com o Pelé fazendo três gols (Flávio e Rinaldo completaram o triunfo).

Veja aqui os gols e lances desse jogo.

E fez história na fotografia.

Alberto Ferreira foi editor de fotografia do “Jornal do Brasil” entre 1963 e 1989. Foi o fotógrafo mais premiado do país.

Além disto, foi a Copas do Mundo entre 1962 e 1986, cobriu sete Jogos Olímpicos e tem outras grandes imagens de astros do esporte, entre eles o Emerson Fittipaldi, além de ter registrado a construção de Brasília, artistas e muitas outras cenas.

O fotógrafo morreu em 2007.


+ Curiosidades