Pente-fino do INSS vai até dia 11 e pode cancelar mais de 85 mil benefícios

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 7 de novembro de 2021 às 10:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Segurados do auxílio-doença que não fizeram a perícia médica dentro do prazo podem ter seus benefícios cancelados.

Mais de 85 mil beneficiários do auxílio-doença que foram convocados há pelo menos seis meses pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não realizaram a perícia médica. O prazo para cumprir o procedimento termina no próximo dia 11. A notícia é do portal Capitalist.

Esses milhares de segurados têm só até a próxima quinta-feira (11) para agendar o atendimento, caso contrário terão seus pagamentos suspensos. Somente no Rio de Janeiro, 2.475 pessoas que não passaram pelo pente-fino tiveram o benefício cessado em outubro.

As convocações para a perícia médica foram enviadas via carta para o endereço cadastrado, mas quem não recebeu o documento também foi chamado por meio de um edital publicado no Diário Oficial da União. Veja neste link.

Como realizar a perícia médica

O atendimento precisa ser agendado de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h, pela central telefônica 135. Também é possível marcar a perícia pelo site ou aplicativo Meu INSS, no menu “Agendar Perícia”.

Na data marcada, o interessado deve comparecer ao local portando carteira de identidade, CPF, laudo médico contendo CID (Classificação Internacional de Doença) e a descrição da doença, além de exames médicos recentes e outros documentos que comprovem sua condição.

“O segurado poderá saber o resultado do exame no mesmo dia que foi atendido após as 21h no site ou aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135”, afirma Adriane Bramante, presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).

Corte do benefício

Quem não marcar a perícia médica terá os pagamentos suspensos pelo prazo de 30 dias. Após 60 dias, o benefício é cancelado.

A convocação também pode incluir segurados que recebem o auxílio-doença há mais de dez anos ou que tiveram os benefícios concedidos sem data de validade.

Caso o segurado não tenha condições de comparecer ao posto de atendimento do INSS, basta agendar uma perícia a domicílio pela central 135.