HISTÓRIAS DA MÚSICA BRASILEIRA

  • mmargoliner
  • Publicado em 28 de fevereiro de 2016 às 09:39
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

AS ROSAS NÃO FALAM


ANGENOR DE OLIVEIRA (Angenor, mesmo) nasceu no bairro do Catete, no Rio de Janeiro em11 de outubrode 1908, onde faleceu no dia 30 de novembrode 1980.

Cantor, compositor, poetae violonista, consagrou-se como CARTOLA e viria a ser considerado por diversos músicos e críticos como o maior sambista da história da música brasileira.

Passou a infância no bairro de Laranjeiras, período em que tomou gosto pela música e pelo samba,ainda moleque , aprendendo com o pai a tocar cavaquinhoe violão.

A certa altura da vida, uniu-se a Zica, mulher que viria a ser sua guardiã e musa inspiradora, com quem viveu até o final de seus dias.

Cartola tem como maiores sucessos as músicas “O Mundo é Um Moinho” e “As Rosas Não Falam”.

A história de “As Rosas Não Falam” começou numa tarde de 1975, quando o amigo e compositor  Nuno Veloso apanhou o casal  Zica e Cartola  pra uma visita ao violonista Baden Powell. Como o passeio acabou dando em nada por não conseguirem chegar ao endereço de Baden, Nuno passou numa floricultura e comprou, para Dona Zica, mudas de roseira, que lhe havia prometido. Algum tempo depois, dessas roseiras desabrocharam flores que provocariam indagação entusiástica por parte de Dona Zica :

-“Como é possível, Cartola, tantas flores assim ?!”

E a resposta desinteressada do compositor :

-“Não sei…As rosas não falam…”

Ele aproveitaria essa resposta como mote para a canção :

“Queixo-me às rosas / mas que bobagem / as rosas não falam / simplesmente as rosas exalam/ o perfume que roubam de ti…”

A música nasceu quando Cartola completou 67anos, sendo lançada em 1976, num LP que continha também outras obras inéditas como “O Mundo é Um Moinho”.

Ficou consagrada, principalmente, na voz de Beth Carvalho, mas foi gravada por outros grandes nomes da MPB, entre os quais, Fagner e Ney Matogrosso.

O artista é considerado um caso especial em nossa música popular. Apenas nos últimos anos  de sua vida conseguiu gravar a maior parte de sua obra. Seu primeiro disco solo foi gravado quando tinha 66 anos de idade.

São também de sua autoria as consagradas “Acontece“, “O Sol Nascerá” (com Elton Medeiros), “Quem Me Vê Sorrindo” (com Carlos Cachaça), “Cordas de Aço“, “Alvorada” e “Alegria“.

(Fontes : Wikipedia e Jairo Severiano / Zuza Homem de Mello in “A CANÇÃO NO TEMPO”, Editora 34).

TEM GENTE BOA  BRILHANDO NA NOITE DE FRANCA !


Os dois são de uma simplicidade e timidez a toda prova. Discretos, pouca prosa…Mas quando sobem ao palco, arrancam aplausos a cada canção finalizada. As ferramentas de trabalho, violão , sofisticada pedaleira, bateria e vozes. E o repertório vai de Chico Buarque a Beatles. De Jobim a Elton John, passeando por consagrados clássicos e standards do pop, rock, bossa nova e até do jazz . Com competência bastante pra fazer deles músicos dos mais procurados para abrilhantar eventos quer seja em casas noturnas ou corporativos.

E foi numa dessas noites que nos deparamos com eles numa conceituada e bem frequentada casa da cidade : Teti Brigagão e Marinho Theodoro, o “DUO TEMA”.

Talento e tecnologia a serviço da boa música. Valeu !

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Grandes originais e primorosas releituras. Tocamos Toots Thielemans, Ray Charles, Matt Belsante,Rod Stewart, Mimi Fox, The Singers Unlimited…Coisas que, NORMALMENTE, você não ouve por aí.

Sábado às 9h e domingo às 10h da manhã na Mais Brasil FM-Franca–SP-101,3 Mhz.

Sábado às 11h e domingo 12h em www.francanoticias.com.br.

Sábado e domingo às 11h da manhã em www.radionovaip.com.br-Ribeirão Preto-SP.

Sábado e domingo às 12 e 20h em www.ponto1000.com- Ribeirão Preto-SP.

Aguarde mais endereços.

Não abrimos mão de você!

*Esta coluna é semanal e atualizada aos domingos.