Doença em cavalo de Ribeirão Corrente pode dar título das Hípicas ao Areia

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 29 de outubro de 2015 às 10:34
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 17:29
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Prazo para que RC entregue exame de contraprova negativo da Doença do Mormo vence às 17h de hoje

Vence na tarde desta quinta-feira (29) o prazo dado pela Liga das Corridas Hípicas para que seja apresentado exame de contraprova da Doença do Mormo (Laparão) no cavalo Apolinho, do Clube Hípico de Ribeirão Corrente.

Vencido o prazo e caso não apresente a contraprova negativa, o Clube Hípico Areia será declarado o campeão da temporada 2015, segundo acordo assinado entre os clubes e a Liga.

O caso começou no intervalo entre a 1ª e a 2ª corrida decisiva da temporada, quando o Escritório de Defesa Agropecuária realizou exames na tropa de Ribeirão Corrente, na Estância Antônio Montanher, e um deles – no cavalo Apolinho – deu positivo. 

Os exames de contraprova foram pedidos em Campinas, mas eles devem ser feito em laboratórios de outras regiões.  Dificilmente o prazo será cumprido, pois até por volta de 10h30 desta manhã, a contraprova não havia chegado.

Dirigentes e torcedores do CHRC estão revoltados. Um deles afirmou: “O animal está melhor que nós (sic)… O Apolinho corre há seis anos na região e nunca apresentou sintomas do Laparão”. 

POLÊMICO – O exame que identifica a Doença do Mormo, ou Laparão, é muito polêmico e tem sido contestado em muitas regiões, inclusive com decisões judiciais que impedem o sacrifício dos animais supostamente infectados, como ocorreram em mais de 10 casos no Rio Grande do Sul. 

ACORDO – De qualquer forma, segundo o diretor da LCHR, Edgar Mendonça Junqueira, o acordo será cumprido e se aguardará uma posição até às 17h de hoje. Ainda não está decidido se haverá solenidade de entrega de troféus após a decisão, caso ela seja a de declarar o CH Areia, campeão da temporada. 

O documento assinado pelos representantes dos cinco times que participaram da reunião na Liga, diz o seguinte:

“Por conta do resultado do exame do cavalo do CH Ribeirão Corrente que foi feita contraprova e até a data de hoje estamos sem previsão de resultado, fica acordado que se não chegar o resultado do referido exame até as 17h do dia 29 de outubro, quinta-feira, o Campeonato se encerrará por força maior, declarando o CH Areia campeão e o CH Ribeirão Corrente, vice-campeão”.

REPRESENTANTES – O acordo foi assinado pelos representantes: 

CH Areia – Marcelo Izaac.

CH Ribeirão Corrente – Luiz Alberto Patrocínio.

CH Claraval – Rodrigo Antônio da Silva.

CH 6 de Abril – Ibiraci – Antônio Marcos Carrion.

CH Cristais Paulista – Luiz Antonio Torraldo. 

Pela Liga assinou Edgar Mendonça Junqueira, com as testemunhas, Edson Souza Silva e Thales Oliveira Silva. Não compareceram representantes dos Clubes Hípicos: Franca, Santa Rita de Cássia e Nove de Julho.