Formula Chopp

Concurso CGU 2022: ministro anuncia novo edital com 375 vagas e salário de R$ 19.655

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 30 de maio de 2021 às 18:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

O cargo de Auditor Federal de Finanças e Controle requer Diploma ou certificado registrado de curso superior em qualquer área de formação

Vem ai um concurso da CGU para cargos de auditor e de técnico, com salário que chega a quase R$ 20 mil

A Controladoria-Geral da União vai abrir um novo edital de concurso público em 2022.

A confirmação foi dada pelo ministro do órgão, Wagner Rosário.

Segundo ele, estão confirmadas 375 vagas, distribuídas entre cargos de auditor e técnico.

”Se Deus quiser, eu tive reunião essa semana com o ministro Paulo Guedes (ministro da Economia), nós vamos estar abrindo concurso ano que vem (2022) para 300 auditores e 75 técnicos”.

O concurso visa o provimento de novos servidores no ano de 2022. No entanto, caso seja autorizado, pode sair ainda em 2021.

A CGU ainda depende de um aval do Ministério da Economia, que avalia e analisa todos os pedidos enviados.

O concurso CGU30

De acordo com informações do ministro da CGU, as vagas do concurso serão oferecidas para técnicos e auditores, ou seja, os mesmos cargos que foram solicitados ao Governo Federal nos últimos anos.

Em 2020, a CGU informou que os cargos contemplados eram de níveis médio e superior.

O cargo de Auditor Federal de Finanças e Controle requer Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

O cargo terá missão de realizar atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas, compreendendo supervisão, coordenação, direção e execução de trabalhos especializados sobre gestão orçamentária, financeira e patrimonial.

Além disso, deverá fazer a orientação e supervisão de auxiliares; análise, pesquisa e perícia dos atos e fatos da administração orçamentária, financeira e patrimonial;

Interpretação da legislação econômico-fiscal, financeira, de pessoal e trabalhista; supervisão, coordenação e execução dos trabalhos referentes à programação financeira anual e plurianual da União e de acompanhamento e avaliação dos recursos alcançados pelos gestores públicos;

Modernização e informatização da administração financeira do Governo Federal. Atuar no aprimoramento e fortalecimento das ações correicionais no Poder Executivo Federal;

Acompanhar o andamento dos processos administrativos disciplinares em órgãos ou entidades da Administração Pública Federal; zelar pela integral fiscalização do patrimônio público;

E proceder ao andamento das representações e denúncias recebidas pela Controladoria-Geral da União, como objetivo de combater condutas e práticas referentes à lesão ou ameaça de lesão ao patrimônio público.

Já o cargo de Técnico de Finanças e Controle exige Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

O servidor tem missão de efetuar atividades de nível intermediário, de apoio técnico administrativo, relativas às competências regimentais da Coordenadoria-Geral da União.

O cargo de técnico da AGU tem uma remuneração inicial de R$7.741,31, já com o auxílio-alimentação de R$458.

Já o auditor conta com remuneração de R$19.655.06, com o auxílio-alimentação de R$458. Além disso, ainda poderão ser oferecidos outros benefícios. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.


+ Concursos