Um pouco de tudo…

  • Beny Chagas
  • Publicado em 23 de novembro de 2015 às 09:11
  • Modificado em 8 de abril de 2021 às 13:59
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

AQUARELA by Toquinho & Vinícius de Morais

É o que muita gente pensa. Mas não é. A dupla de compositores acima citada é uma das mais consagradas e produtivas (mais de 70 composições) de todos os tempos no Brasil, tendo assinado inúmeros dos maiores hits da MPB, tais como Tarde em Itapuã, Como Dizia o Poeta, Mais Um Adeus, etc., etc..Mas o Vinícius já havia falecido (1980) quando nasceu essa cada vez mais conhecida canção. Na verdade, ela surgiu da junção da melodia de  “Uma Rosa Em Minha Mão”(dos dois, tema da Novela Fogo Sobre Terra, da Globo, exibida entre 1974 e 1975), com uma música do compositor italiano Maurizio Fabrizio.

Então ficou assim : só o tema musical do Toquinho, sem a letra do Vinícius + a melodia criada pelo italiano = a uma nova canção, que foi levada pra Itália. Lá, ganhou letra assinada pelo poeta Guido Morra, foi apresentada numa edição do Festival de San Remo com o título de “Acquarello”, virou disco e ganhou o mundo.

Toquinho acabou sendo agraciado com um “disco de ouro” pelas mais de 100 mil cópias de sua gravação, vendidas na Itália. Só após isso tudo foi que escreveu a letra em português, tal como a conhecemos. Foi traduzida  também para o espanhol e francês e, na Espanha, está classificada entre as músicas mais importantes do século XX, ao lado de Yesterday, Let It Be e outras. Aqui no Brasil é uma das três mais importantes, ao lado da outra “Aquarela”, a “do Brasil” e Garota de Ipanema. Virou tema de publicidade, tarefa de escola para a criançada, e até hoje é exigida e cantada nos shows, como na época de seu lançamento , afirma Toquinho , que a considera um marco em sua carreira.

NOMES DA HISTÓRIA MUSICAL

ERNESTO NAZARETH (Ernesto Julio Nazareth) viveu de 1863 a 1934. Foi pianista e é considerado por muitos um dos maiores compositores/instrumentistas brasileiros. Extraordinário melodista e arranjador, uma de suas características era criar contracantos com efeitos de duas melodias percorrendo simultâneamente a composição.  Suas obras possuem originalidade inconfundível e são até hoje executadas e gravadas em todo o mundo.

São consideradas verdadeiras jóias do patrimônio musical brasileiro.

TEM JAZZ DO BOM, EM FRANCA !

Noite dessas, a convite de amigos de Campinas e Americana (entenda Marlon Kleber e Magno Freitas), fui parar numa casa noturna onde se apresentava um time de, literalmente, monstros da música francana, fazendo um som pra lá de especial : guitarrista Marcos Prado, baterista

Fernando “Geléia” Rast, baixista Diego Randi (que também toca na “Fita Crepe” mais meu filho Zûk Chagas), saxofonistas e flautistas Erlindo Morato e Miroel Piovesan e meu mestre trompetista e maestro Laércio Piovesan comigo na foto). De deixar a platéia babando. Eventos como esse deveriam ocupar mais espaço na noite francana. Ainda existe MUITA GENTE que anseia por esse tipo de repertório.


BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Toca Laércio de Franca. E também Glenn Miller, Frank Sinatra, Michael Bublé, Zaz, Charles Aznavour, Sarah Vaughn, Ella Fiztgerald, Ivan Lins, Djavan, João Gilberto…Todo mundo que é bom.Escuta lá : sábado às 9, domingo às 10 da manhã na Rádio Mais Brasil FM 101,3 Mhz. No nosso site tem os endereços e horários nas Web Rádios : www.benychags.com.br.

Não abro mão de sua companhia. Bye !

*Esta coluna é semanal e atualizada aos domingos.


+ zero